Luto

Prefeitura de Gravatá decreta luto oficial de três dias pela morte do padre Fernando Lima

Sacerdote morreu afogado no sábado (13) após salvar a vida de duas pessoas.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 14/03/2021 às 12:07
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Gravatá
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Gravatá
Leitura:

A prefeitura de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, decretou na manhã deste domingo (14), Luto Oficial por três dias, em razão do falecimento do padre Fernando de Lima Silva, de 38 anos. O sacerdote morreu afogado, no sábado (13), em um açude, localizado em Serra Negra, na zona rural de Bezerros.

"Considerando o trabalho desenvolvido no município de Gravatá, onde coordenava a Área Pastoral Nossa Senhora de Lourdes, com sede no Bairro Novo, exercendo o sacerdócio e ministrando celebrações eucarísticas e sacramentais, fica decretado a partir desta data o Luto Oficial, em sinal de profundo pesar", diz o comunicado.

Durante estes três dias haverá hasteamento da bandeira municipal por meio mastro. O decreto foi assinado pelo prefeito de Gravatá, padre Joselito.

Um carro levando o corpo do sacerdote vai passar nas comunidades onde o sacerdote fazia as celebrações. O enterro será realizado nesta segunda-feira (15) em Taquaritinga do Norte, depois de uma missa presidida pelo bispo diocesano, Dom José Ruy, às 8h da manhã.

Corpo de padre que morreu afogado após salvar duas pessoas é velado em PE

> Padre morre afogado ao salvar duas pessoas em açude no interior de PE

Entenda o caso

Segundo a Polícia Militar o padre estava em um barco com uma mulher e uma criança. Eles foram tirar uma foto, e o barco virou, o sacerdote ainda conseguiu resgatar a criança. A mulher foi retirada do açude com a ajuda de outras pessoas que estavam no local. O padre foi levado para um hospital da cidade, mas não resistiu.

O sacerdote era natural de Taquaritinga do Norte e sediado na Diocese de Caruaru, nos últimos anos ele estava responsável pela Área Pastoral Nossa Senhora de Lourdes, em Gravatá. 

Mais Lidas