Saúde

"Estamos a beira de um colapso", alertam médicos em vídeo divulgado nas rede sociais

Eles pedem a ajuda da população para combater a Covid-19.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 25/03/2021 às 14:52
NOTÍCIA
Bruno Kelly/Reuters
FOTO: Bruno Kelly/Reuters
Leitura:

Médicos e gestores do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em São Paulo divulgaram um vídeo nas redes sociais fazendo um alerta sobre o colapso do sistema de saúde. Nas falas, eles apelam para que as pessoas tenham cuidado redobrado e, se possível, fiquem em suas casas para não serem contaminadas pelo coronavírus.

O vídeo começa com a diretora de infectologia do HC, Nassara Levin falando sobre como está a situação do hospital. "A água chegou no pescoço. Nós estamos numa segunda onda muito difícil e nós estamos quase no colapso". A infectologista Ho Yeh Li segue. "A gente não consegue mais ampliar leitos para pacientes com Covid, nem para pacientes com outras coisas". A diretora clínica do HC, Eloisa Bonfá, reforça: "Estamos lotados, sem capacidade de expansão e a beira de um colapso".

O CEO do hospital, Antonio Jose Pereira, também participa do vídeo e faz um alerta. "Hoje nós temos aproximadamente 3.200 mortes. E iremos para um exponencial. Não temos limite. O único limite que nós podemos interromper é você fazer a comunicação nos seus meios sociais".

O infectologista Esper Kallás explica que os médicos estão começando uma campanha "para tentar encontrar meios de combater essa epidemia de Covid-19. E nós precisamos da ajuda de você, influenciador, para ajudar a angariar pessoas e juntar forças conosco no combate à pandemia".

O vídeo tem ainda a participação do diretor da Faculdade de Medicina da USP, Tarcísio Barros, e do médico Claudio Lottenberg, presidente do Instituto Coalizão Saúde e do conselho do hospital Albert Einstein.

"O engajamento das pessoas é fundamental, no uso de máscara, de distanciamento social, na conscientização da gravidade do momento", diz Lottenberg.

O CEO do HC finaliza o vídeo afirmando: "Não adianta mais leito de UTI, respiradores. Nesse momento nós temos apenas uma solução imediata: as pessoas continuarem em casa, usarem álcool gel, usarem máscaras".

Veja o vídeo

Mais Lidas