mundo animal

Rússia aprova primeira vacina contra a Covid-19 para animais

O imunizante promete uma eficácia de 100%.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 31/03/2021 às 8:25
NOTÍCIA
Freepik
FOTO: Freepik
Leitura:

Nesta quarta-feira (31), a Rússia anunciou a provação da primeira vacina contra a Covid-19 destinada a animais. A Carnivac-Cov garante uma eficácia de 100% a previsão é de que seja produzida a partir de abril.

> Gata doméstica diagnosticada com Covid-19 morre com sintomas da doença

"Os ensaios clínicos da Carnivac-Cov, que começaram em outubro do ano passado (...) concluíram que a vacina é segura e altamente eficaz, já que 100% dos animais testados desenvolveram anticorpos", afirma o vice-diretor da agência veterinária e fitossanitária nacional, a Rosselkhoznadzor,  Konstantin Savenkov, por meio de comunicado.

O imunizante foi analisado em gatos, cães, raposas vermelhas e polares e visons. Segundo a agência, a vacina é destinada apenas a animais carnívoros e já no próximo mês será iniciada a "produção em massa".

A vacina contra a Covid-19 para animais foi desenvolvida pelo Centro Federal de Saúde Animal, filial da Rosselkhoznadzor, que está em contato com empresas para a distribuição do imunizante. A agência diz que o desenvolvimento do imunizante foi "particularmente importante", tendo em vista que alguns animais são sensíveis à Covid-19 de acordo com os registros de casos confirmados em todo o mundo.

Caso recente no Brasil

No último dia 22 de março, uma gata doméstica morreu, no Rio Grande do Sul, após ser internada com sintomas da Covid-19. O animal apresentava falta de ar, tosse, perda de apetite e peso. De acordo com seus donos, os primeiros sintomas surgiram no dia 18 de fevereiro, duas semanas após os dois contraírem a doença. No entanto, o diagnóstico do bichinho de estimação só foi confirmado no dia 5 de março.

Aproximadamente uma semana após o diagnóstico, a gata teve piora no quadro de saúde e precisou ser internada recebendo apoio respiratório. Após quatro dias de hospitalização, ela foi liberada apresentando melhora, mas não resistiu e acabou falecendo. Outros dois gatos que residem na mesma casa não apresentaram nenhum tipo de sintoma, mas aguardam o resultado de testes. 

Mais Lidas