cultura

São João de Caruaru: considerada a maior festa junina do mundo é cancelada em 2021

Pelo segundo ano consecutivo, a festa foi cancelada em virtude da pandemia da Covid-19.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 07/04/2021 às 13:00
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Leitura:

As festas juninas são forte característica da cultura e da história do Nordeste. O São João de Caruaru, que reúne milhares de pessoas na cidade localizada no Agreste de Pernambuco, é considerada a maior festividade junina do mundo. Em virtude da pandemia da Covid-19, os eventos realizados na 'Capital do Forró' foram suspensos em 2020. Nesta quarta-feira (7), a prefeitura anunciou que não irá promover a comemoração em 2021 devido a insegurança sanitária.

A suspensão do São João foi anunciada pelo presidente da Fundação de Cultura de Caruaru, Rubens Júnior. "Lamentavelmente, nós não temos ainda segurança para realizar o evento do porte do São João de Caruaru. A esta altura, deveríamos estar todos envolvidos em fechamento de contratos, em perspectivas de contratações artísticas, em preparação da infraestrutura, e nada disso está acontecendo porque, infelizmente, não temos condições de fazer", disse em entrevista à Rádio Jornal.

O principal polo da festa realizada em Caruaru é o Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga, que durante o período junino recebe atrações nacionais e locais. Antes da suspensão anunciada em 2020, a prefeitura havia anunciado a confirmação de artistas como Wesley Safadão, Gusttavo Lima, Zé Neto e Cristiano, Marília Mendonça, Léo Santana, Alok, Xand Avião e Elba Ramalho.

O cantor e compositor Petrúcio Amorim, conhecido nacionalmente por sucessos como "Tareco e Mariola" e "Filho Do Dono", conta que o momento é delicado e se preocupa com a classe artística que ficará sem trabalhar nas festas juninas em mais um ano. "Nós estamos em um movimento muito trsite para o mundo, principalmente para o Brasil, e para o Nordeste, já que nós temos essa tradição maravilhosa e linda, que é o nosso São João, e infelizmente muitos amigos da classe musical serão prejudicados", comentou.

Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Elba Ramalho participa da abertura do São João 2019 - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Allison Lima/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
DJ Alok se apresenta no palco do Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga - FOTO:Allison Lima/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Cantor Batista Lima foi uma das atrações do São João de 2019 - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Bruno e Marrone relembraram sucessos da carreira - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Arnaldo Félix/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Na Estação Ferroviária, artistas locais e manifestações culturais se apresentam - FOTO:Arnaldo Félix/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Arnaldo Félix/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Apresentações no Polo Infantil, no Pavilhão Juarez Santiago - FOTO:Arnaldo Félix/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Fulô de Mandacaru faz show relembrando Luiz Gonzaga - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Allison Lima/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Cantor Gustavo Mioto leva maiores sucessos ao palco do São João - FOTO:Allison Lima/Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Comprovando a multiculturalidade do São João de Caruaru, Léo Santana se apresenta no Pátio do Forró - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Cantor Maciel Melo apresenta o forró tipicamente nordestino - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Festa do Maior Bolo de Macaxeira - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Cantor Mano Walter se apresentou no primeiro dia da festa - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Cantora Marília Mendonça se apresentou no dia dos Namorados e levou um dos maiores públicos da festa - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Matheus e Kauan se apresentaram na véspera de São João - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
São João na Roça no Distrito de Lajes, na zona rural - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
No distrito de Lajes, quadrilha junina marcou a festa - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Dupla Zé Neto e Cristiano no São João de Caruaru - FOTO:Divulgação/Prefeitura de Caruaru

Em março deste ano, o secretário de cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre, havia comentado sobre a possível suspensão da festa em 2021. De acordo com Freyre, o governo estadual busca recursos para pagar um auxílio às pessoas que trabalham no São João com recuros da Lei Aldir Blanc. "Estamos aguardando a manifestação do Governo Federal para que aconteça a liberação da aplicação desses recursos, e que provavelmente, será a grande ferramenta que teremos para manter viva e ativa a atividade cultural dentro desse período difícil da pandemia", disse Freyre.

Impactos na terra de Vitalino

Além do palco principal, no mês de junho a cidade movimenta a economia e a cultura local em diversos pontos. Atrações musicais e artísticas se apresentam em polos multiculturais que integram a programação do São João de Caruaru. Em 2019, foram realizadas 815 apresentações artísticas em 24 polos de animação. Um deles fica localizado no Alto do Moura, patrimônio imaterial de Caruaru, conhecido mundialmente pelo forró, pelas comidas típicas e, principalmente, pelo artesanato voltado ao barro, herança do Mestre Vitalino.

Para o presidente da Associação dos Artesãos em Barro, do Alto do Moura, Helton Rodrigues, o cancelamento do São João em 2021 provoca "perdas irreparáveis" no setor. "Todos os dias recebemos milhares de pessoas em nossa comunidade no período junino. Visitantes vêm de outras cidades e estados para conhecer o Alto do Moura em junho. Nós respiramos arte e, além de curtir o forró pé de serra, o turista sempre compra da nossa produção artesanal. Em mais um ano sem São João, nosso artesão, que já está prejudicado pela pandemia, sofre ainda mais", explicou.

Artesãos mirins são filhos de artesãos do Alto do Moura, em Caruaru
Pórtico de entrada do Alto do Moura, em Caruaru
Reprodução/TV Jornal/JC Online

Grupos culturais artísticos, como as bandas de pífano, que foram muito retratadas em peças de barro produzidas por artesãos do Alto do Moura, também são um marco da cultura caruaruense. Há dois anos sem poder realizar apresentações ao público no São João, estes artistas têm enfrentado diversas dificuldades. 

João do Pife, da banda de pífanos Dois Irmãos, é um dos artistas do ramo mais conhecidos no Agreste de Pernambuco. Há quase 50 anos o músico se apresentava todos os anos em Caruaru e em cidades da região durante o período junino. Além de tocar os instrumentos, João também fabrica eles para a venda e contou que, por causa da suspensão de eventos e apresentações públicas, as vendas reduziram bastante.

"É uma pena a gente perder mais um São João. Faz muita falta para os artistas. Passamos o ano todo ensaiando e esperando pra chegar essa época pra trabalhar, tocar e ganhar um dinheirinho. Eu tinha viagens marcadas para fazer apresentações no país inteiro e foram todas canceladas", contou.

Economia afetada pelo cancelamento

Além da própria importância cultural, o São João de Caruaru é um dos eventos que mais movimenta a economia local. De acordo com a prefeitura, o município movimenta mais de R$ 200 milhões durante o período junino. Dados da Secretaria de Cultura de Pernambuco mostram que, em 2019, os eventos de São João movimentaram cerca de R$ 434 milhões em todo o Estado.

Setores de serviços, como a rede hoteleira, bares e restaurantes também sofrem com os impactos do cancelamento. Para Dayse Cintra, presidente da Câmara de Gastronomia da Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic), um novo cancelamento do São João prejudica este setor de forma significativa.

“Para alguns estabelecimentos, o mês de junho representa até 40% do seu faturamento anual. Portanto, para nós da gastronomia, de bares, restaurantes e até mesmo hotelaria, é um impacto grande e profundo nas receitas de uma categoria que já vem sofrendo o ano inteiro”, afirmou Dayse.

Mais Lidas