Vacinação

Saiba como agendar a vacinação contra a Covid-19 pela plataforma 'Vem Vacina Garanhuns'

Site também disponibiliza informações sobre os grupos prioritários.

Samara Pontes
Samara Pontes
Publicado em 09/04/2021 às 17:03
NOTÍCIA
divulgação/ Prefeitura do Paulista
FOTO: divulgação/ Prefeitura do Paulista
Leitura:

No programa Consultório da Rádio Jornal Garanhuns, nesta quinta-feira (8), a radialista Samara Pontes conversou com o professor e coordenador geral do Laboratório Multidisciplinar de Tecnologias Sociais (LMTS), da Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE), Anderson Alencar. Logo depois, foi a vez da diretora de Vigilância em Saúde Gessika Silva tirar dúvidas a respeito da plataforma “Vem Vacina Garanhuns”.

Com o intuito de otimizar e facilitar o processo de vacinação contra a Covid-19, a Secretaria de Saúde do município, em parceria com o LMTS desenvolveram a ferramenta. O professor Anderson destacou a importância desse tipo de iniciativa visando o bem comum: “A Universidade já vem desde a sua implantação realizando parcerias com os órgãos públicos e atendendo as demandas da sociedade. Foi também com este intuito que nós acolhemos a necessidade da Secretaria para colaborar com uma ferramenta que informatizasse, de maneira mais eficiente, os agendamentos das vacinações”.

Para que o usuário solicite sua vacina ou o agendamento na lista de espera é necessário acessar o link. Na plataforma, além dos agendamentos, será possível obter informações sobre os grupos prioritários atuais, a quantidade de pessoas cadastradas e vacinadas, números da segunda dose, entre outras informações.

“É importante que as pessoas fiquem atentas quanto ao preenchimento dos formulários. Muitos não colocam os dados corretos, como telefone ou e-mail, e acabam dificultando o trabalho da Secretaria na identificação dos mesmos. Quem estiver em dúvida, basta clicar em “consultar agendamento” para acompanhar a solicitação”, informou o professor.

Para o público que não têm acesso à internet ou apresentam dificuldades no acesso às ferramentas digitais, a secretaria pede que procurem as Unidades Básicas de Saúde. “Quem não souber como fazer o cadastro, deve procurar seu Agente Comunitário de Saúde ou ir até o postinho mais próximo para que os profissionais façam o cadastramento. Quem não tiver e-mail ou telefone não precisa se preocupar, já que a própria Unidade pode fornecer os dados do local”, afirma Gessika Silva.

Confira a entrevista completa

Mais Lidas