Saúde

É preciso trocar de escova de dentes após ter covid-19? Dentista explica

Pessoas que foram diagnosticadas com coronavírus ou outras doenças virais devem ficar atentas

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 13/05/2021 às 11:20
NOTÍCIA
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

Os dentistas recomendar trocar a escova de dente em até três meses de uso, porém, durante esse período de pandemia, há mais um detalhe importante que deve ser levado em consideração. Quando uma pessoa é diagnosticada com covid-19 ou outras doenças virais, recomenda-se que ela troque a escova de dentes assim que estiver recuperada.

É preciso trocar de escova de dentes após ter covid-19?

“Após a recuperação de qualquer quadro viral ou infeccioso, faz-se necessário a troca da escova dental, mesmo que ela ainda esteja em condições viáveis de uso, assim evitando contaminação novamente pelos agentes patológicos instalados nela”, explica a dentista credenciada ao Cartão São Gabriel, Luédja Araújo.

De acordo com ela, também é importante isolar a escova das demais da residência como medida de prevenção.
“Importante é que, durante o processo infeccioso, sua escova não encoste em outras escovas de familiares comuns à casa, para evitar que haja infecção cruzada, que é a propagação do vírus, bactéria ou fungo para outras pessoas através do contato das escovas”, diz.

Segundo estudos, os fluidos orais e nasais são as maiores fontes de propagação da covid-19, que podem sobreviver por mais de 24h em temperatura ambiente no metal, vidro e plástico, inclusive em superfícies plásticas da cabeça da escova, do cabo e também as cerdas.

Mais Lidas