menu

Em decreto, Garanhuns endurece medidas contra a Covid-19

Entre as novas regras está o horário reduzido para hipermercados e a suspensão de aulas presenciais

Cidade de Garanhuns, no Agreste, é uma das mais procuradas no inverno
Cidade de Garanhuns, no Agreste (Divulgação/Prefeitura de Garanhuns)

Na cidade de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, e em outros 52 municípios do Estado, começa a valer nesta terça-feira (18) o decreto do Governo de Pernambuco que determina medidas restritivas mais rígidas para conter o avanço do contágio pela Covid-19. Entretanto, em Garanhuns um decreto com ainda mais restrições começa a valer nessa quarta-feira (19).

No decreto estadual, fica determinado que sejam encerradas às 18h as atividades dos serviços considerados não essenciais, como restaurantes, academias e comércio. Nos fins de semana, estes serviços não são autorizados a funcionar. Em Garanhuns, a restrição será ainda maior. Lojas de conveniência também deverão fechar às 18h.

De acordo com o decreto de Garanhuns, escolas das redes pública e privada de ensino estão com aulas presenciais suspensas. Até mesmo hipermercados só poderão funcionar, durante a semana, até as 20h.

Veja mais detalhes