Pandemia

Governo de Pernambuco prorroga restrições no Estado; Entenda o que mudou

Nas demais regiões, com exceção dos 53 municípios presentes na IV e V Gerências Regionais de Saúde, o funcionamento segue restrito até as 20h.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 20/05/2021 às 18:41
NOTÍCIA
Reprodução: Youtube
FOTO: Reprodução: Youtube
Leitura:

Devido o aumento no número de casos de Covid-19 em todo o estado, o Governo de Pernambuco anunciou mudanças no Plano de Convivência com a Covid-19. Durante uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (20), foi prorrogado as medidas restritivas vigentes até o próximo dia 06 de junho.

A iniciativa contempla todas as regiões do Estado, exceto a 2ª Macrorregião, no Agreste, da qual fazem parte as IV e V Gerências Regionais de Saúde (com sede em Caruaru e Garanhuns), que conta com decreto específico vigente até o dia 31 deste mês.

Assista a coletiva de imprensa completa: 

Durante a coletiva, o secretários de Saúde, André Longo, e a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça informaram que no último registro de casos, Pernambuco confirmou 3.440 novos casos em 24h, sendo esse o maior índice desde o início da pandemia

"Verificamos que os números continuam bastante altos, ainda estamos em uma fase bastante crítica da pandemia. Após análise desses números feito pelo comitê de enfrentamento nós decidimos por ampliar as medidas restritivas vigentes no decreto atual por mais 15 dias até o dia 6 de junho. Essas medidas são extremamente necessárias para que a gente possa conter o avanço da pandemia", afirmou Ana Paula Vilaça.

O que mudou? 

Nas demais regiões, com exceção dos 53 municípios presentes na IV e V Gerências Regionais de Saúde, o funcionamento das atividades continuam sendo os seguinte:

Comércio de praia:
Pode funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, mantendo. Proibido funcionar nos finais de semana.

Atividades nos finais de semana: 
Estabelecimentos que abrem às 10h poderão funcionar até as 18h. Já os estabelecimentos que abrirem as 9h deverão funcionar até as 17h. 

Academias: 
Durante a semana as academias poderão funcionar com capacidade máxima de 30%, das 5h às 20h; E durante o final de semana de 5h às 17h. 

Bares, restaurantes e lanchonetes: 
Durante a semana bares restaurantes e lanchonetes poderão funcionar com capacidade máxima de 50% das 5h às 20h; Já durante os finais de semana das 9h às 17h. 

Delivery, drive-thru e ponto de coleta podem continuar funcionando após os horários de funcionamento presencial. 

Comércio varejista do centro e bairros:
Durante a semana os comércios podem funcionar das 10h às 20h, já durante os finais de semana os comércio que abrirem às 9h deverão fechar às 17h e os que abrirem às 10h, deverão fechar às 18h. Esses estabelecimentos devem continuar seguindo as medidas de distanciamento social de um cliente a cada 10 m² para circulação; e um cliente a cada 5 m². 

Escolas e universidades públicas e privadas:
Escolas e universidades devem funcionar com 50% do limite da capacidade total. Durante a semana das 6h às 22h e nos finais de semana da 9h às 17h. A medida é válida para ensino Superior, médio, fundamental I e II, e infantil. 

Escritórios comerciais e prestação de serviços:
Durante a semana os escritórios podem funcionar das 10h às 20h com 50% do limite da capacidade total. Já durante os finais de semana os que abrirem às 9h deverão fechar às 17h e os que abrirem às 10h, deverão fechar às 18h. Além disso esses espaços devem manter o distanciamento de 1,5 m entre as estações de trabalho. 

Igrejas e atividades religiosas:
As igrejas e templos religiosos devem funcionar com 30% da capacidade total com limite de 100 pessoas. Durante a semana poderá funcionar das 5h às 20h e nos finais de semana das 5h às 17h. 

Shopping centers e galerias comerciais:
Durante a semana podem funcionar das 10h às 20h e durante os finais de semana das 9h às 17h. Esses estabelecimentos devem continuar seguindo as medidas de distanciamento social de um cliente a cada 10 m² para circulação; e um cliente a cada 5 m². 

Atividades que continuam proibidas:
Shows, festas, eventos sociais e corporativos de qualquer tipo, com ou sem comercialização de ingressos, em ambientes fechados ou abertos;
Clubes sociais, esportivos e agremiações;
Salas de cinema e teatro;
Centros de artesanato, museus e demais equipamentos culturais;
Parques de diversão, temáticos e similares;
Competições e práticas esportivas coletivas, profissionais ou voltadas ao lazer, com exceção dos jogos de futebol profissional, sem público, cumprido o protocolo específico.

Medidas do Agreste

Por conta do aumento de casos no Agreste de Pernambuco, o Estado desenvolveu medidas exclusivas para conter o avanço da Covid-19, nos 53 municípios que fazem parte da IV e V Gerências Regionais de Saúde. O decreto teve início na última terça-feira (18) e segue até o dia 31 de maio. 

Com as novas medidas, as atividades econômicas deverão ser encerradas às 18h durante a semana. Nos finais de semana, apenas supermercados, feiras livres de produtos alimentícios, farmácias, padarias e postos de gasolina poderão abrir as portas. O Polo de Confecções deverá ficar fechado aos sábados, domingos e segundas. No entanto, Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe determinaram que as feiras poderão funcionar de terça a sexta-feira, até o fim do decreto. 

> Novas medidas: Veja como fica o funcionamento do comércio e Polo de Confecções do Agreste

Mais Lidas