menu

Polícia investiga caso de mulher em coma há 21 anos que pode ser criança desaparecida

A criança, que desapareceu em 1976, pode ser "Clarinha" que está internada desde 2000 em um hospital no Espírito Santo.


Clarinha está internada no Hospital da PM, em Vitória, no Espírito Santo
Clarinha está internada no Hospital da PM, em Vitória, no Espírito Santo (Divulgação)

Uma mulher, que está internada em estado vegetativo há mais de duas décadas no Hospital da Polícia Militar de Vitória, no Espírito Santo, pode ter sido uma criança que desapareceu em 1976 em Guarapari. Clarinha, como é chamada, aparenta ter 40 anos de idade e chegou ao hospital em 2000, depois de ser atropelada por um ônibus.

O MPES (Ministério Público do Espírito Santo) informou que acompanha o caso desde o começo, mas em 2020 uma equipe de papiloscopistas da FNSP (Força Nacional de Segurança Pública) realizou uma nova tentativa de identificação da paciente. Com as buscas, foi identificada uma semelhança com uma criança de 1 ano e 9 meses, que desapareceu em Guarapari.

Na época do desaparecimento da criança, a família estava passando as férias no Espírito Santo. Um exame de reconhecimento facial apontou compatibilidade entre as imagens da paciente Clarinha e da menina que desapareceu em 1976.

Por meio de nota, o MPES informou que pediu ao Laboratório Tomasi o perfil genético da paciente e que enviou o material para a Polícia Civil de Minas Gerais, que mantém arquivado o perfil genético da criança desaparecida.

Caso Clarinha

A paciente que ficou conhecida como "Clarinha" chegou ao HPM em 2000, depois de ter sido atropelada um ônibus no Centro de Vitória Segundo. Na época, testemunhas afirmaram que ela estava fugindo de um perseguidor, que também não foi identificado.

A mulher passou por diversas cirurgias, mas o cérebro foi afetado, impedindo que ela retornasse do coma profundo. O hospital não conseguiu identificar a vítima, já que estava sem documentos e com as digitais desgastadas. Na época, as testemunhas do acidente não informações da paciente. 

;