imunização

Quem vai receber a 3ª dose da vacina da Covid-19? Quando vai ser aplicada? Qual vacina será usada? Entenda

A aplicação da terceira dose foi confirmada pelo Governo de Pernambuco, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 27/08/2021 às 11:45
NOTÍCIA
Victor Patrício/Prefeitura de Camaragibe
FOTO: Victor Patrício/Prefeitura de Camaragibe
Leitura:

O Governo de Pernambuco decidiu na última quinta-feira (26) que a aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19 para as pessoas com imunossupressão e de idosos a partir dos 70 anos tem início no dia 15 de setembro. Na última quinta-feira (26), o Governo de Pernambuco decidiu os detalhes sobre a aplicação da terceira dose.

Confira o que se sabe até agora sobre esta nova etapa da vacinação contra a Covid-19 em Pernambuco:

Quando a terceira dose da vacina contra a Covid-19 começará a ser aplicada em Pernambuco?

Seguindo o cronograma do governo federal, a terceira dose começará a ser aplicada em 15 de setembro.

Quem poderá receber a terceira dose?

Por enquanto, a terceira dose da vacina contra covid-19 só será aplicada em idosos com mais de 70 anos e pessoas com imunossupressão. A aplicação nos idosos seguirá a ordem cronológica, indo do mais velho para o novo. Conforme o avanço da imunização desses grupos, a necessidade da dose de reforço também será analisada para outras faixas-etárias e públicos prioritários.

Qual o intervalo entre as doses?

Seguindo recomendação do Ministério da Saúde, os indivíduos imunossuprimidos deverão fazer o reforço vacinal a partir do 28º dia após a segunda dose. Já os idosos devem fazer seis meses após a segunda. 

Qual vacina será utilizada para a terceira dose?

A imunização deve ser feita, prioritariamente, com o imunizante da Pfizer. De maneira alternativa, também pode ser usada a vacina de vetor viral da Janssen ou da AstraZeneca.

Qual é a importância da terceira dose?

O objetivo dessa dose de reforço é ampliar a resposta imune do organismo no público considerado mais suscetível à doença, a fim de evitar complicações decorrentes da infecção e mortes. Estudos têm mostrado que a proteção dada pela vacina pode decair ao longo dos meses, sendo necessário ampliar a resposta imune.

O que a OMS diz sobre a terceira dose?

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, pede que a comunidade internacional evite a aplicação de doses de reforço antes de completar a imunização de grupos de risco no mundo todo. A organização defende que a aplicação dessas doses seja suspensa ao menos até o mês de outubro para alcançar o objetivo de vacinar aproximadamente 10% da população de todos os países.

*Com informações do JC Online

Mais Lidas