política

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, é diagnosticado com Covid-19 em Nova York

Queiroga embarcou para os Estados Unidos em comitiva com Bolsonaro e deve ficar de quarentena após o diagnóstico.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 22/09/2021 às 9:02
NOTÍCIA
Valter Campanato/ Agência Brasil
Marcelo Queiroga, Ministro da Saúde, diz que o governo federal está tranquilo quanto aos prazos de vacinação - FOTO: Valter Campanato/ Agência Brasil
Leitura:

Na noite dessa terça-feira (21), o Ministério da Saúde informou por meio de nota que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi diagnosticado com Covid-19 durante a viagem com o presidente Jair Bolsonaro e sua comitiva à Nova York. Com o diagnóstico, Queiroga deve ficar em quarentena por 14 dias nos Estados Unidos.

..

O ministro acompanha a comitiva que foi com o presidente para a 76ª Assembleia Geral da ONU. De acordo com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, os demais integrantes da viagem foram submetidos a testes e todos eles apresentaram resultado negativo para a Covid-19.

A nota destaca ainda que Queiroga passa bem e que o ministro já tinha sido imunizado com duas doses de vacina contra o coronavírus. Nas redes sociais, ele informou que cumpre todos os protocolos de segurança, após ter participado de reuniões e aglomerações nos últimos dias.

"Comunico a todos que hoje testei positivo para #Covid19. Ficarei em quarentena nos #EUA, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária", escreveu em uma publicação.

Agenda do ministro

Na segunda-feira (20), Queiroga circulou por Nova York com outros membros da comitiva. Ele aparece em um vídeo respondendo com um gesto obsceno a um protesto de brasileiros e em meio à aglomeração. O ministro também teve um encontro com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, no mesmo dia e reunião com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Na terça-feira, dia em que recebeu o diagnóstico, o ministro acompanhou Bolsonaro em encontro com o presidente da Polônia, Andrezj Duda, e em encontro com o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres. Além disso, participou da abertura da 76ª Assembleia-Geral da ONU, onde Bolsonaro discursou, participou de reunião do Conselho Diretor da Organização Panamericana de Saúde (Opas) e visitou o Memorial do 11 de Setembro.

Comentários

Mais Lidas