Política

Alepe aprova lei que impede contratação condenados por homofobia e transfobia

O projeto é de autoria do deputado Aluísio Lessa (PSB)

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 28/10/2021 às 15:30
Notícia
Alepe/Foto: Arquivo JC
Assembleia Legislativa - FOTO: Alepe/Foto: Arquivo JC
Leitura:

Esta semana foi aprovado, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o projeto de Lei 2307/2021, que aborda os critérios para a contratação de empresas terceirizadas em conjunto com a Administração Pública do Estado. Propondo o impedimento de admitir funcionários que tenham sido condenados pela prática de homofobia e transfobia.

De autoria do deputado Aluísio Lessa (PSB), o projeto foi aprovado por unanimidade na Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ). De acordo com o autor é necessário combater todas as formas de discriminação, sem permitir que alguém tenha a condenação por homofobia ou transfobia possa ingressar no serviço publico, assim fechando um cerco contra a intolerância.

A PL aprovada, será alterada a Lei 13.462, de 9 de junho de 2008, que ordena os critérios de contratação de empresas para realização de serviços terceirizados com a administração.

Lei

Após aprovação, o Projeto segue para o trâmite nas comissões de Administração Pública, Cidadania Direitos Humanos e Participação Popular, Desenvolvimento Econômico e Segurança Pública e Defesa Social até a votação no plenário da Casa de Joaquim Nabuco.

Para se tornar ser é necessário ter a maioria dos deputados, assim medida seguirá para a sanção do governador Paulo Câmara.

 

Comentários

Mais Lidas