ciência

Vacina contra o câncer de mama é testada em mulheres

A vacina tem como objetivo prevenir o câncer, que, atualmente, não responde a tratamentos hormonais

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 08/02/2022 às 8:13
Notícia
HÉLIA SCHEPPA/ACERVO JC IMAGEM
Outubro Rosa é o mês de conscientização sobre o câncer de mama - FOTO: HÉLIA SCHEPPA/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Em uma iniciativa inédita, médicos estão realizando em pessoas o teste clínico de uma vacina contra um tipo agressivo de câncer de mama. O câncer de mama triplo negativo tem este nome por não apresentar nenhum dos três receptores usados como “alvos” em terapias, mas pode ter recebido uma sentença da ciência conforme tiveram início testes de uma vacina.

..

O imunologista Vincent Tuohy identificou um possível alvo neste tipo agressivo de câncer (que corresponde a 15% de todos os tumores mamários e leva à morte um quarto das pacientes diagnosticadas) e, ao testar o imunizante em ratos, obteve grande sucesso. Diante disso, o imunizante foi aperfeiçoado e, nos últimos anos, foi avaliado como seguro para testes em humanos.

De acordo com Tom Budd, oncologista da Cleveland Clinic que está atuando ao lado de Tuohy no ensaio clínico (iniciado em torno de outubro de 2021), a ideia nesta fase dos testes é avaliar se, em humanos, também há uma resposta imune, qual o nível desta resposta e ainda se, a princípio, ele age com segurança no corpo humano, sem provocar efeitos colaterais importantes.

As respostas, inclusive, estão relativamente perto de começar a chegar: de acordo com informações disponibilizadas pela Cleveland Clinic, é esperado que o estudo seja concluído em setembro de 2022.

Comentários


Mais Lidas