benefício

Valor do Auxílio Gás deve aumentar em 2022, diz Bolsonaro; saiba como receber

O programa prevê que o auxílio deve ser de, no mínimo, 50% do valor do botijão

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 10/02/2022 às 11:39
Notícia
DAY SANTOS/JC IMAGEM
Auxílio Gás vai financiar até 50% do preço médio do botijão de gás a cada dois meses - FOTO: DAY SANTOS/JC IMAGEM
Leitura:

Ainda este ano, o Governo Federal pretende aumentar o valor pago por meio do Auxílio Gás. A informação foi confirmada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), em entrevista ao programa 'A Voz do Brasil'. 

..

De acordo com o presidente, além do incremento no valor do benefício, a ideia é de que mais pessoas sejam beneficiadas. Este benefício é pago a cada dois meses aos aprovados. 

A Lei que criou o vale-gás do Governo Federal prevê que o auxílio deve ser de, no mínimo, 50% do valor do botijão. Um levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natual e Biocombustíveis (ANP) estipulou preço médio do botijão GLP 13kg no valor de R$ 102,27. Assim, o valor atual da parcela é de, pelo menos, R$ 52.

Dados do Ministério da Cidadania mostram que, atualmente, menos de um terço dos beneficiários do Auxílio Brasil recebe o Auxílio Gás. A projeção do governo é de que todos os 17,5 milhões de beneficiários ingressem no programa e recebam o vale-gás até setembro de 2023.

Quem pode receber o Auxílio Gás?

Têm direito ao Auxílio Gás as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo, ou famílias que morem na mesma casa de beneficiário do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Comentários


Mais Lidas