assustador

Homem é sequestrado e vira 'escravo' para retirada de sangue

O homem teve tanto sangue drenado que os seus captadores começaram a sugar de sua cabeça

Bia Freire
Bia Freire
Publicado em 21/02/2022 às 16:33
Notícia
Reprodução
O homem chegou a sofrer ameaças de falência múltiplas dos seus órgãos - FOTO: Reprodução
Leitura:

Um homem chamado Li, de 31 anos, que trabalhava como segurança nas cidades chinesas de Pequim e Shenzhen, foi sequestrado e mantido em cativeiro por meses como "escravo de sangue" no país asiático, Camboja. O caso viralizou nas redes sociais.

LEIA TAMBÉMBrasileira é presa com 15,5 quilos de cocaína na Tailândia; país pune crime com pena de morte

O sequestro aconteceu depois que o homem respondeu a um anuncio de emprego, o qual depois de um tempo revelou ser falso. Cerca de 800 ml eram coletados a cada mês do rapaz. Após a coleta, o material era vendido no mercado clandestino.

VEJA MAIS: VÍDEO: Homem é morto com mais de 50 tiros ao sair de salão de festas

Li conseguiu escapar depois que um dos membros da gangue o ajudou a fugir do cativeiro. O homem teve tanto sangue drenado que os seus captadores estavam sugando de sua cabeça, pois, as veias do braço não forneciam mais sangue suficiente.

Recuperação

Agora, o homem está sob cuidados médicos. Além da grave perca de sangue, Li sofreu ameaça de falência múltipla de órgãos.

De acordo com Li, os sequestradores decidiram que ele seria usado como "escravo de sangue" após descobrirem que ele era órfã e não poderia ser usado para o resgate.

Segundo o veículo "South China Morning Post", a polícia já prendeu sete homens que tinham relação com o caso.

*Com informações do site Extra- Page Not Found

Veja também:

>> Sequestro na Ponte Rio-Niterói: pessoas retidas jogam bola e soltam pipa para passar o tempo

>> Motorista da Uber salva adolescente de sequestro e tráfico humano

Dá só uma olhada: Detento algemado consegue escapar de viatura em movimento; veja vídeo

Comentários


Mais Lidas