estupro

'Eu sei que tudo isso é proibido', diz pastor preso por estupro a menina de 12 anos

Religioso culpa cupidos por envolvimento com a criança

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 27/04/2022 às 11:39
Notícia
Divulgação/Polícia Civil
Pastor escrevia para a menina de 12 anos - FOTO: Divulgação/Polícia Civil
Leitura:

Um pastor identificado como Luiz Pacifico Soares, de 38 anos, foi preso após confessar manter relação sexual com uma menina de 12 anos, em São Paulo. O homem enviava mensagens para a vítima.

De acordo com a Polícia Civil, testemunhas informaram sobre o crime à mãe da menina e, depois, ao 2º Distrito Policial de Itanhaém, em SP.

Policiais, então, foram até o endereço da família da vítima. A mãe conversou com a filha, que confirmou ter sido estuprada duas vezes.

Os bilhetes enviados pelo pastor mostravam um guia para o ponto de encontro e desenhos.

..

Em uma carta, o pastor descreveu o caminho que a vítima faria para que pudesse localizá-lo e desenhou uma espécie de mapa. Já em outro bilhete, ele ordenou que a menina não deixasse outras pessoas verem o recado: "Eles viram eu fazendo esse desenho e queriam saber para quem era".

Segundo a polícia, o pastor é casado, tem uma filha, e a família não sabia sobre o envolvimento dele com a menor.

Após a menina confirmar o crime, mãe, vítima, testemunhas e o pastor foram encaminhados ao Distrito Policial, onde foi registrada a ocorrência.

Ainda segundo informações do G1, inicialmente o pastor não quis confessar o crime, mas depois admitiu manter o relacionamento amoroso com a menina há aproximadamente dois meses. Em uma mensagem, o ele escreveu: "Eu sei que tudo isso é proibido. A culpa foi daquele cupido".

Comentários

Mais Lidas