morte

Policial morre após ser picada por cobra jararaca

Unidade de saúde não possuía soro antiofídico, tratamento necessário para combater o veneno da serpente

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 29/04/2022 às 10:17 | Atualizado em 29/04/2022 às 10:22
Notícia
Reprodução/ Internet
A policial penal Luciene Pedroza, 44, morreu dias após ser picada por uma cobra jararaca em um sítio no Mato Grosso - FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

Na última segunda-feira (25), uma policial penal de 44 anos morreu após ter sido picada por uma cobra jararaca em um sítio na zona rural de Campo Verde, no Mato Grosso.

Após o incidente, Luciene Pedroza Moreira Santos foi socorrida para um hospital, mas a unidade de saúde não possuía soro antiofídico, tratamento necessário para combater o veneno da serpente.

..

Com a demora no atendimento, a mulher teve grande comprometimento nos rins. Os médicos identificaram ainda um coágulo no cérebro. Luciene teve que passar por uma cirurgia para a remoção do acúmulo de sangue, mas acabou morrendo.

Segundo o Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen-MT ), o acidente ocorreu na quarta-feira (20), enquanto ela recolhia roupas no quintal da casa do sítio da família.

Ela foi enterrada em Quirinópolis, Goiás, onde a família dela mora.


*Com informações do UOL

Comentários

Mais Lidas