crime

CASO KLARA CASTANHO: Enfermeira que teria vazado GRAVIDEZ de atriz será investigada; Saiba as consequências

Enfermeira deu detalhes confidenciais sobre a gravidez de atriz vítima de estupro

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 27/06/2022 às 7:34
Notícia
Reprodução/Instagram
Klara Castanho revela gravidez após estupro; saiba mais - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Em uma carta aberta no Instagram, a atriz Klara Castanho relatou que foi vítima de estupro e que o abuso gerou uma gravidez. Devido ao tempo de gestação, a atriz optou por ter a criança, que assim que nasceu, ela doou para adoção.

O caso veio à tona após Antonia Fontenelle e Léo Dias explanarem o ocorrido nas redes sociais.

..

De acordo com o Notícias da TV, em maio deste ano o marido de uma enfermeira ligou para a Record, RedeTV! e colunistas que escrevem sobre celebridades para vender informações sobre o caso. Ele dizia que a "esposa era enfermeira de um hospital e que tinha uma bomba da Klara Castanho. Queria dinheiro", ainda segundo o veículo.

O jornalista André Romano publicou, neste domingo (26), em seu perfil no Twitter, a punição a que a enfermeira - responsável por vazar a informação sobre a gravidez de Klara - foi submetida.
"A enfermeira foi demitida por justa causa (agora cedo)… Eu acho é pouco… Tinha que ser presa...", publicou o jornalista.

Investigação

Neste domingo, o Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) determinou a apuração dos fatos e prestou solidariedade à atriz de 21 anos.

"O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) manifesta profunda solidariedade à atriz Klara Castanho, que, após ser vítima de violência sexual, teve o seu direito à privacidade violado, durante processo de entrega voluntária para adoção, conforme assegura o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O princípio basilar da Enfermagem é a confiança. Portanto, o profissional de saúde que viola a privacidade do paciente em qualquer circunstância comete crime e atenta eticamente contra a profissão, conforme prevê o Art. 82 do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. Casos assim devem ser rigorosamente punidos, para que não mais se repitam.

Assim como Klara, milhões de mulheres brasileiras são vítimas de violência sexual todos os anos e não encontram o acolhimento a que têm direito. São julgadas, ultrajadas e abandonadas, com sequelas para a vida toda. Esse caso é reflexo de um problema muito mais profundo, que precisa ser enfrentado pela sociedade brasileira. Como uma força de trabalho majoritariamente feminina, a Enfermagem sente na pele o que é a violência de gênero".

CASO KLARA CASTANHO

Klara Castanho revelou no último sábado o que havia acontecido, contando que sofreu estupro e acabou engravidando, o que lhe levou a optar por entregar o bebê à adoção.

Em um pronunciamento em seu perfil no Instagram, a atriz explicou o caso. Veja:

Comentários

Mais Lidas