menu

São João de Santa Cruz será virtual com apresentações e quadrilha online

Lives de artistas locais irão animar mês de junho, diz prefeito

Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira
Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (Divulgação/Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe)

O São João de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, intitulado "São João da Moda", será virtual este ano, devido à pandemia do novo coronavírus. De acordo com o prefeito do município, Edson Vieira, as apresentações deverão começar no fim de maio e seguir em todas as quintas-feiras de junho, com shows de artistas locais.

Raquel Lyra decide até sexta destino do São João de Caruaru

Segundo o prefeito, está prevista até uma quadrilha junina virtual, com o marcador e o sanfoneiro, para que as famílias possam participar da brincadeira em casa, ao som de forró pé de serra.

Edson Vieira destacou que a equipe de eventos da prefeitura prepara a programação para divulgar em breve. Nas lives, a população também poderá ajudar com doações para os artistas da terra.

"É improvável a gente conseguir realizar a festa este ano, não iríamos estar em condições financeiras, porque todo o investimento nosso está direcionado ao covid-19, na batalha para vencer esta pandemia", disse, em entrevista ao programa Além da Notícia, da Rádio Jornal Caruaru.

Ouça a íntegra da entrevista:

Cenário em Santa Cruz

Entre as medidas tomadas para combater a crise estão a suspensão das feiras do Moda Center e do Calçadão Miguel Arraes, a suspensão de aulas e atividades não essenciais. Para tentar minimizar os impactos econômicos, o Moda Center está funcionando no formato delivery.

Santa Cruz do Capibaribe tem sete casos confirmados da doença. Destes, três já se recuperaram. Por causa do coronavírus, a prefeitura alterou o fluxo da saúde municipal: A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) é a porta de entrada dos atendimentos relacionados à covid-19. O atendimento de urgência e emergência está sendo feito no hospital municipal e o atendimento pediátrico, na AME infantil.

Também foi criado um hospital de campanha com 49 leitos. A cidade tem 15 respiradores. O prefeito informou que a unidade foi cadastrada junto à Central de Regulação de Leitos do Estado.