Comércio

Ambulantes de Caruaru participam de reunião com Ministério Público

Vendedores tentam resolver situação dos locais de trabalho

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 14/11/2019 às 11:02
NOTÍCIA
Giovani Gomes
FOTO: Giovani Gomes
Leitura:

Os vendedores ambulantes de Caruaru, no Agreste pernambucano, participarão de uma reunião no Ministério Público de Pernambuco na manhã desta quinta-feira (14). O objetivo é tentar resolver o impasse dos locais de trabalho do Comércio na Praça.

A maioria dos ambulantes está insatisfeita com os novos espaços e alegam que estão tendo as vendas prejudicadas após a realocação. "Não tem condições a gente trabalhar da forma como a gestão concedeu os locais. Estamos aqui para ouvir novamente a promotora e ela nos dar uma solução porque na realidade estamos à mercê da gestão. Dos vereadores, só três nos dão apoio. Estamos aqui nesta luta e creio que seremos vencedores", explica o vendedor Reinaldo Ferreira.

Para o ambulante, os novos espaços prejudicam as vendas: "É praticamente 90% menos a venda. Eu conseguia R$ 300, R$ 400 por semana e agora não consigo nem R$ 80. Não dá para continuar da forma que está".

Outro vendedor, conhecido como Castanha, diz que estão lutando pelos objetivos e pela melhoria para a categoria. "Estamos correndo atrás de nossos objetivos, melhorias para nossa categoria. Tem muita gente já passando por necessidades. Nós não queremos bater de frente com a gestão, queremos ser ouvidos. Nosso objetivo é conseguir melhorias, conseguir um local digno para a gente trabalhar".

A reunião conjunta será realizada com a promotora Gilka Miranda no Ministério Público de Pernambuco.

Mais Lidas