Cibercriminosos

Polícia Federal alerta para golpe do ovo de Páscoa grátis

Cerca de 560 mil pessoas já foram prejudicadas em todo o Brasil

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 10/04/2020 às 11:34
NOTÍCIA
Adriano Gadini/Pixabay
FOTO: Adriano Gadini/Pixabay
Leitura:

A Polícia Federal faz um alerta para um golpe via WhatsApp que promete ovos de Páscoa gratuitos, que supostamente seriam entregues nas casas das vítimas. O golpe se utiliza do nome de grandes empresas, como Nestlé e Cacau Show, para dar veracidade à proposta. Segundo a polícia, pelo menos seis links maliciosos diferentes foram identificados e estavam sendo enviados para contas do WhatsApp e Facebook. A PF revelou que mais de 560 mil brasileiros foram enganados em três dias.

As mensagens sobre a promoção falsa diziam que 5 mil pessoas seriam contempladas. Uma das mensagens justificava que os ovos seriam entregues em casa porque os mercados teriam cancelado as vendas dos chocolates por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), o que não é verdade. Os mercados são considerados serviços essenciais e estão funcionando normalmente no período da crise.

A polícia alerta que os cibercriminosos se aproveitam de períodos festivos, vantagens financeiras liberadas pelo governo, momentos de crise, entre outros, para criar golpes personalizados com o objetivo de enganar as vítimas mais facilmente. Os golpes são utilizados para roubar dados pessoas e financeiros das vítimas, com o objetivo de acessar os aplicativos de contas de banco, ou levá-las para páginas falsas para visualizar publicidades.

Ao clicar no link, as vítimas eram levadas a responder questões como "Qual tipo de chocolate de sua preferência? Ao leite? Cacau 70%?", "Já comprou em nossas empresas nos últimos 3 meses?". Depois que a pessoa enganada respondia a essas perguntas, aparecia a mensagem "Você acaba de ganhar um ovo de Páscoa grátis - veja como proceder". A mensagem pedia que a vítima compartilhasse a "promoção" com 35 contatos ou grupos de WhatsApp. A partir disto, ela poderia escolher o sabor do ovo. Porém, nada ocorria, já que trata-se de um golpe.

Veja dicas para evitar cair em golpes na internet:

1. Desconfie sempre antes de clicar nos links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais;
2. Cuidado com o imediatismo e sensacionalismo de mensagens tais como: "promoção durará até hoje", "faça seu cadastro agora", "urgente, não perca essa oportunidade". Quase sempre tais conteúdos querem fazer com que as pessoas não averiguem a veracidade nas páginas e órgãos oficiais;
3. Certifique-se no site oficial da empresa sobre a veracidade, através do SAC (Serviço de Apoio ao Consumidor), principalmente quando se tratar de supostas promoções, ofertas de dinheiro, brindes, descontos ou até promessas de emprego. Nesse caso, as empresas já se manifestaram alertando e esclarecendo que são falsas as informações sobre as promoções de ovos de páscoa grátis sendo entregues na residência das pessoas;
4. Não compartilhe links duvidosos com seus contatos sem antes saber se são autênticos - você pode estar sendo usado por bandidos para espalhar o golpe e prejudicar outras pessoas, inclusive familiares;
5. Jamais preencha nenhum formulário fornecendo ou repassando informações sobre senha de banco, conta bancária, dados financeiros, benefícios, dentre outros;
6. Preste atenção nos erros de português dos anúncios e veja sempre a terminação dos links se tem a grafia .com.br ou .gov.br (em caso de órgãos governamentais);
7. Nunca baixe programas piratas para o celular ou computador, tais sites costumam ter a maior concentração de vírus;
8. Instale um bom antivírus em seu celular ou computador e tenha o sistema operacional do celular e computador atualizados.

Mais Lidas