menu

Fábricas de confecção do Agreste e RMR fornecem 300 mil máscaras para ações do Governo estadual

Máscaras de tecido estão sendo usadas em ações do Governo de Pernambuco para combater o coronavírus

Fábricas de confecção do Agreste e da RMR fornecem novas máscaras de tecido a ações do Governo de Pernambuco
Fábricas de confecção do Agreste e da RMR fornecem novas máscaras de tecido a ações do Governo de Pernambuco (Divulgação)

Fábricas de confecção do Agreste de Pernambuco e da Região Metropolitana do Recife estão fornecendo novas 300 mil máscaras para ações de combate e prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) do governo estadual. No Agreste, 12 fábricas serão as primeiras fornecedoras de máscaras de tecido.

Esse grupo produziu 240 mil itens, o que representa aproximadamente 80% do total da encomenda inicial para ações do estado. Os 20% restantes vão vir do Recife. As fábricas têm até o dia 5 de junho para entregar todos os pedidos.

A meta da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) é comprar até 1 milhão de peças. Os produtos foram adquirida de cinco empresas de Caruaru; quatro de Santa Cruz do Capibaribe, uma de Limoeiro; uma de Toritama e uma de Surubim. No Recife, são três confecções.

Mais empresas estão sendo convocadas para produzir. “Queremos que as confecções de vários municípios participem. Encontramos uma forma de ajudar as pequenas fábricas e quem está na ponta do combate à pandemia”, afirma o presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima.

As empresas interessadas devem encaminhar o Formulário de Credenciamento (que está disponível no site da AD Diper), preenchido eletronicamente, junto com os documentos indicados, para o e-mail mascaraparatodos@addiper.pe.gov.br. Mais informações também podem ser encontradas no site.

Estão sendo compradas apenas produtos de empresas que tenham o selo de qualidade que atesta padrão de conformidade reconhecido pelo Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE).

O uso de máscaras de proteção é obrigatório para toda a população que precise sair de casa para realizar alguma atividade considerada essencial, como uma forma de proteção para diminuir os riscos de transmissão do novo coronavírus.

Coronavírus em Pernambuco