menu

MPF pede na Justiça conclusão das obras da Barragem de Jucazinho

Objetivo das obras é evitar possibilidade de rompimento durante período de chuvas fortes

Jucazinho tem capacidade para armazenar 327 milhões de metros cúbicos de água
MPF pede na Justiça conclusão das obras da Barragem de Jucazinho (Reprodução/TV Jornal Interior)

O Ministério Público Federal (MPF) pediu na Justiça que as obras da Barragem de Jucazinho, localizada em Surubim, no Agreste pernambucano, sejam concluídas. A ação pede providências à União e ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) para que as obras de recuperação e adequação da Barragem de Jucazinho possam ser finalizadas.

O objetivo é evitar a possibilidade de rompimento durante o período de chuvas intensas devido a problemas estruturais existentes. Segundo o MPF, as medidas para reparo e readequação da barragem são acompanhadas desde 2016.

As apurações do inquérito civil instaurado pelo MPF indicaram que a Barragem de Jucazinho tem erro de projeto que pode comprometer a sua estabilidade em situação de cheia.

Sobre a Barragem de Jucazinho

De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a Barragem de Jucazinho, em Surubim, tem capacidade de armazenamento de 204 milhões metros cúbicos de água e atualmente atingiu 32,81% da sua capacidade.