menu

Veja fotos da reabertura do comércio em Pernambuco

99 cidades do Estado foram autorizadas a abrir nesta segunda

Algumas lojas aferem a temperatura dos clientes antes de deixá-los entrar
Algumas lojas aferem a temperatura dos clientes antes de deixá-los entrar (Filipe Jordão/JC Imagem)

Pernambuco entrou em uma nova fase do Plano de Convivência com a Covid-19 nesta segunda-feira (15), com a reabertura do comércio varejista, salões de beleza e serviços de estética e treinos de futebol profissional. Dos 184 municípios do Estado, 99 receberam autorização para avançar de etapa. Outras 85 cidades, localizadas no Agreste e na Zona da Mata, não tiveram estas atividades liberadas devido aos números da covid-19.

De acordo com o Governo de Pernambuco, a Região Metropolitana do Recife (RMR), o Sertão e algumas outras áreas apresentam tendência de queda no número de novos casos, enquanto a Mata e o Agreste não têm o mesmo quadro sanitário e apresentaram aumento na demanda por leitos de terapia intensiva. Na previsão do governo, estas 85 cidades devem passar pelo menos mais uma semana com comércio e salões de beleza fechados.

Na manhã desta segunda-feira (15), já foi possível observar a movimentação em locais da RMR e Sertão. Os clientes usavam máscaras e os estabelecimentos adotaram novas rotinas, como a aferição de temperatura, controle de entrada, entre outros.

Confira:

Decreto estadual

De acordo com o decreto nº 49.093, publicado no Diário Oficial no último sábado (13), o comércio varejista pode retornar às atividades a partir desta segunda-feira (15) com controle do fluxo de clientes, em estabelecimentos comerciais de até 200 metros quadrados, com exceção dos localizados em shoppings e centros comerciais. Os shoppings podem funcionar apenas para delivery e coleta.

Também a partir desta segunda, os salões de beleza, barbearias, cabeleireiros e similares podem retornar, com novos protocolos de higiene e controle do fluxo de clientes. Os treinos de futebol profissional também serão autorizados, sem público. Lembrando que nenhuma dessas atividades poderá funcionar nas 85 cidades indicadas pelo governo (veja abaixo).

Veja a lista das cidades que não poderão reabrir as lojas:

III Geres (Palmares) - 22 municípios: Água Preta, Amaraji, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu

IV Geres (Caruaru) – 32 municípios: Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim , Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.

V Geres (Garanhuns) - 21 municípios: Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmerina, Paranatama, Saloá, São João, Terezinha.

XII Geres (Goiana) – 10 municípios: Goiana, Aliança, Camutanga, Condado, Ferreiros, Itambé, Itaquitinga, Macaparana, São Vicente Ferrer, Timbaúba.