Economia

Entidades do comércio comemoram reabertura das atividades em Caruaru

Representantes pedem cautela de lojistas e clientes para que cidade não precise regredir

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 10/07/2020 às 15:28
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

As entidades representativas do comércio e serviços de Caruaru, no Agreste de , comemoraram o avanço da região para a quarta etapa do Plano de Convivência com a Covid-19, que prevê a reabertura das atividades econômicas. Na próxima segunda-feira (13), poderão reabrir o comércio varejista, shoppings, salões de beleza e serviços de estética, comércio de veículos (50% da capacidade), entre outros.

Igrejas e templos religiosos são autorizados a reabrir no AgrestePernambuco

Veja o que pode funcionar com reabertura do comércio de Caruaru

De acordo com o presidente do Sindicato dos Lojistas de Caruaru, Manoel Santos, uma cartilha com orientações será distribuída nos estabelecimentos, para garantir que as recomendações sejam cumpridas e a reabertura seja permanente. "Nós estamos preparados, temos inclusive um manual pronto para orientação dos empresários e dos funcionários, de forma que tanto a equipe da empresa como o consumidor possam se sentir seguros", afirmou.

A Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) participou de reuniões junto a representantes do governo municipal e estadual para articular o retorno. "A Acic e as demais entidades têm se esforçado nessa comunicação desde o início dessa pandemia, e mais fortemente nessa última semana, quando a gente sai de uma semana de isolamento mais rígido e tinha a possibilidade de avançar para um ou dois níveis. Conseguimos mostrar a organização econômica que Caruaru tem, fazendo justamente essa explicação da parte da feira, do comércio, shopping center, setor de beleza", destacou o presidente, Luverson Ferreira.

O vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caruaru, Márcio Porto, pede que os lojistas e a população em geral se conscientizem que a cidade pode regredir nas etapas de reabertura caso não haja um controle efetivo. "As pessoas têm que ir para a rua com máscara, não pode haver aglomeração, as lojas têm que oferecer álcool em gel para higienização das mãos. Não é comemorar de maneira arbitrária, e sim sabendo que tem todos os cuidados", alertou.

Atualmente, Caruaru conta com mais de 6 mil lojas, tanto no centro como nos bairros. A maioria dos estabelecimentos ficou fechado por quase quatro meses, devido às medidas de combate ao novo coronavírus.

Mais Lidas