Medidas preventivas

Prefeitura de Caruaru apresenta plano com medidas para reabertura da Feira da Sulanca

Uso de máscara será obrigatório para feirantes e clientes

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 20/07/2020 às 10:54
NOTÍCIA
Reprodução/YouTube
FOTO: Reprodução/YouTube
Leitura:

A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, apresentou nesta segunda-feira (20) o plano de ação e operacionalização da Feira da Sulanca. As medidas começarão a ser tomadas assim que o funcionamento da feira for liberado pelo Governo do Estado. Ainda não há data para isto ocorrer. A Sulanca está sem funcionar desde o dia 16 de março.

De acordo com o plano, o uso da máscara será obrigatório para todos os que estiverem na feira: tanto feirantes como clientes. Para os excursionistas (ônibus e veículos fretados), será necessária a aferição da temperatura dos passageiros, no momento do embarque.

> Mesmo sem poder reabrir, Feira da Sulanca de Caruaru tem movimento grande nesta segunda

Aqueles passageiros que apresentarem temperatura acima de 37,5°C não poderão embarcar. Além disto, nas viagens com mais de 4 horas de duração, a aferição deve ser realizada a cada 2 horas. Dentro dos veículos, deverá haver álcool em gel ou lavatório para higienização das mãos.

Os veículos também devem ser higienizados, por dentro e por fora, antes, durante e depois das viagens. A lotação máxima recomendada é de 50% da capacidade de passageiros por veículo. Também será necessário informar aos passageiros as medidas do Plano Sulanca, apresentar guia de transporte de passageiros com identificação e temperatura e monitorar a saúde da equipe de funcionários.

Para os lojistas, permissionários e estabelecimentos privados, o uso de máscara também é obrigatório. Haverá proibição de expositores em áreas externas, para que não haja obstáculos fora dos limites do banco. Será preciso expor cartazes com as orientações dos órgãos de saúde, higienizar balcões e área interna dos bancos, antes, durante a depois das feiras.

Também será necessário instalar e manter abastecidos dispensador de álcool em gel ou recipiente para higienizar as mãos, nos bancos e estabelecimentos privados. A saúde das pessoas trabalhando também precisa ser monitorada.

Os clientes devem evitar aglomerações e contatos físicos e precisam higienizar as mãos sempre que possível. Aqueles que apresentarem sintomas não devem ir à feira.

De acordo com a prefeita Raquel Lyra, para a montagem do plano, foram realizadas reuniões na semana passada com representantes da Feira da Brasilit, Fundac, importados, artesanato, entre outros. "O nosso objetivo principal é proteger os feirantes e frequentadores da feira, para uma retomada segura e sustentável", destacou.

Ações da prefeitura

Ainda dentro do plano de retomada da Sulanca, a prefeitura irá implantar barreiras sanitárias nos principais acessos; instalar estações de higienização em locais estratégicos; realizar ações de sanitização antes e depois das feiras; fiscalizar o cumprimento das medidas e reforçar a higienização dos banheiros com produtos sanitizantes.

Mais Lidas