Julgamento

Caso Miguel: Sarí Corte Real será ouvida em audiência nesta quinta

Caso aconteceu em junho deste ano e repercutiu nacionalmente

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 01/12/2020 às 14:46
NOTÍCIA
Yaci Ribeiro/ JC Imagem
FOTO: Yaci Ribeiro/ JC Imagem
Leitura:

Acusada de abandono de incapaz com resultado morte no caso Miguel, a empresária Sarí Corte Real, primeira-dama de Tamandaré, será ouvida durante audiência na próxima quinta-feira (3). Testemunhas de acusação e defesa também serão ouvidas na audiência de instrução e julgamento.

Miguel Otávio Santana da Silva, cinco anos, era filho da empregada doméstica de Sarí. O menino foi deixado sozinho pela patroa da mãe do elevador do prédio em que a acusada morava. Instantes depois, caiu do nono andar (uma altura de 35 metros) e morreu. A mãe do garoto passeava com o cachorro de Sarí. O caso aconteceu em junho deste ano e repercutiu nacionalmente.

> Caso Miguel: prefeito de Tamandaré pede desculpas após defesa de Sarí convocar Padre Arlindo

A audiência está marcada para 9h na 1ª Vara de Crimes contra a Criança e o Adolescente da Capital, no bairro Boa Vista. O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) não informou quantas pessoas serão ouvidas.

Testemunhas

De acordo com informações do blog Ronda JC, a mãe do menino, Mirtes Souza, e a avó serão ouvidas, assim como funcionários do edifício Píer Maurício de Nassau.

Sarí deverá prestar depoimento após as testemunhas. Ela também tem o direito de permanecer em silêncio. Após o período de instrução - que pode durar mais de um dia - a acusação e a defesa irão apresentar as alegações finais. O juiz dará a sentença posteriormente. A previsão é de que a finalização só ocorra em 2021.

Mais Lidas