coronavírus

Com dose única, vacina da Johnson & Johnson tem eficácia de 66% em casos moderados e graves

Os resultados divulgados mostram que, apenas em casos graves, a eficácia é de 85% contra a Covid-19

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 29/01/2021 às 14:44
NOTÍCIA
Marcelo Camargo/Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson apresentou eficácia de 66% na prevenção de casos moderados e graves. O mesmo ensaio global de Fase 3 que foi divulgado nesta sexta-feira (29) mostrou que, apensas em casos graves, a vacina tem eficácia de 85%.

A vacina é desenvolvida pela Janssen, que reúne empresas farmacêuticas da da Johnson & Johnson . Nos testes realizados pela empresa nos Estados Unidos, o imunizante apresentou eficácia de 72% contra doenças moderadas e graves.

Ao contrário de outras vacinas já disponíveis em diversos países no mundo, como a CoronaVac e Oxford/AstraZeneca que precisam ser aplicadas em duas doses, a vacina da Johnson & Johnson é aplicada em dose única.

"Entre todos os participantes de diferentes geografias e incluindo aqueles infectados com uma variante viral emergente, a vacina candidata contra Covid-19 da Janssen foi 66% eficaz em geral na prevenção dos desfechos combinados moderado e grave, 28 dias após a vacinação. O início da proteção foi observada já no 14º dia", disse a empresa em nota.

Testes

A empresa divulgou que os testes foram realizados com pessoas de todas as faixas etárias e pessoas de várias etnias. De acordo com os dados divulgados pela Johnson & Johnson, os voluntários das fases de testes não apresentaram reações alérgicas.

O chefe global de pesquisa e desenvolvimento da Johnson & Johnson, Mathai Mammen, disse que luta agora pela aprovação para uso emergencial nos EUA e Brasil. “Uma vacina que é barata, é uma dose única e não tem requisitos de cadeia de frio – isso é muito bom”, afirmou.

Mais Lidas