menu

Bolsonaro confirma auxílio emergencial de R$250 a partir de março

A proposta é de realizar o pagamento de mais quatro parcelas aos beneficiários.

Bolsonaro falou sobre o auxílio emergencial em live semanal realizada no Facebook.
Bolsonaro falou sobre o auxílio emergencial em live semanal realizada no Facebook. (Reprodução/Facebook)

Durante uma live realizada nas redes sociais na última quinta-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o valor do novo auxílio emergencial a ser proposto pelo governo será de R$ 250. De acordo com o chefe do Executivo, o benefício deve voltar no mês de março de 2021 e deve ser pago por mais quatro meses.

Quem está fora da prorrogação do Auxílio Emergencial? Entenda

Imposto de Renda: quem recebeu mais de R$ 22,8 mil deve devolver dinheiro do Auxílio Emergencial

"A princípio, o que deve ser feito? A partir de março, por quatro meses, R$ 250 de auxílio emergencial. Então é isso que está sendo disponibilizado, está sendo conversado ainda, em especial, com os presidentes da Câmara [Arthur Lira (PP-AL)] e do Senado [Rodrigo Pacheco (DEM-MG)]. Porque a gente tem que ter certeza de que o que nós acertarmos, vai ser em conjunto”, disse Bolsonaro.

De acordo com o presidente, os quatro meses de pagamento complementar do benefício devem fazer a "economia pegar de vez". “Nossa capacidade de endividamento está, acredito, no limite. Mais quatro meses pra ver se a economia pega de vez, pega pra valer", afirmou.

Auxílio emergencial: de onde o governo vai tirar o dinheiro para novos pagamentos?

Em 2020, o auxílio emergencial contou com parcelas mensais de R$ 600 ou R$ 1,2 mil, no caso de mães chefes de família. Em setembro do ano passado, foi liberado o Auxílio Emergencial Extensão, de R$ 300 e R$ 600. Cerca de 67 milhões de pessoas foram contempladas com o programa. 

*Com informações da Agência Brasil