ministério da economia

Adicional do auxílio emergencial terá valor médio de R$ 1.000

Os valores do benefício foram divulgados pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 09/03/2021 às 9:21
NOTÍCIA
Marcelo Camargo/Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

Após a aprovação da PEC Emergencial em primeiro e segundo turno no Senado, o Governo Federal aguarda a votação da Câmara na próxima quinta-feira (10) para viabilizar a nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial. De acordo com o que já foi divulgado pelo governo até então, o valor médio do benefício deve ser de R$ 250.

Guedes confirma que Auxílio Emergencial ficará entre R$ 175 e R$ 375

Quem recebe Bolsa Família tem direito ao novo auxílio emergencial? Veja o que diz o governo

Estão previstas quatro novas parcelas do auxílio, que somadas totalizam R$ 1.000 como valor médio. No entanto, de acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, alguns beneficiários devem receber R$ 175 e outros R$ 375, o que pode variar este valor médio.

"Esse é um valor médio [R$ 250], porque, se for uma família monoparental, dirigida por uma mulher, aí já é R$ 375. Se tiver um homem sozinho, já é R$ 175. Se for o casal, os dois, ai já são R$ 250. Isso é o Ministério da Cidadania, nós só fornecemos os parâmetros básicos, mas a decisão da amplitude é com o Ministério da Cidadania", afirmou Guedes em entrevista no Palácio do Planalto na última segunda (8).

Auxílio emergencial terá "regra do CPF"; entenda e saiba como fazer cadastro

Saiba o que falta para auxílio emergencial voltar e quando pagamentos devem começar

Quanto cada pessoa vai receber?

De acordo o SBT News, o valor do auxílio emergencial, afirmado pelo presidente Jair Bolsonaro, será de R$ 250. No entanto, a Medida Provisória apresenta outros dois valores, de R$ 175 e R$ 375.

Uma será de R$ 175, para pessoas sozinhas (unifamiliar), e a outra será de R$ 375, para as mulheres chefes de família (monoparentais).

Mais Lidas