menu

Irmãs morrem com Covid-19 em intervalo de uma hora, no Sertão

“Elas ficaram o tempo todo juntas, camas vizinhas. É como se tivesse uma harmonia entre as duas", contou a sobrinha das idosas.

Sizenice e Rita Gonçalves de Amorim morreram com Covid-19 em Petrolina
Sizenice e Rita Gonçalves de Amorim morreram com Covid-19 em Petrolina (Arquivo da família)

Na última terça-feira (13), as irmãs Sizenice e Rita Gonçalves de Amorim, de 77 e 75 anos, morreram vítimas da Covid-19. As duas sempre viveram juntas na cidade de Petrolina, Sertão de Pernambuco. O horário do falecimento das duas teve intervalo de aproximadamente uma hora. Rita morreu às 16h30 e Sizenice, logo depois, às 17h45.

“As duas não casaram e tinham uma relação muito próxima, o tempo inteiro”, contou a sobrinha das idosas, a jornalista Maria Alice Amorim. Sizenice foi a primeira a contrair a Covid-19. A família suspeita que a idosa foi contaminada após precisar de internação por causa do mal de Parkinson.

“Ela estava fragilizada por causa do problema de saúde. Aí, quando ela voltou para casa, ficou doente. A gente supõe que ela deve ter contraído no hospital”, disse Alice. A irmã mais velha, Rita, também tinha comorbidades, como diabetes e hipertensão.

As duas ficaram 15 dias internadas no hospital em virtude de complicações provocadas pela doença. “Elas ficaram o tempo todo juntas, camas vizinhas. É como se tivesse uma harmonia entre as duas, tanto que uma morreu e uma hora e quinze depois a outra morreu”, relatou a sobrinha.

Sepultamento

As irmãs Sizenice e Rita foram sepultadas nesta quarta-feira (24), no Cemitério Campo das Flores, em Petrolina. Por causa da pandemia, a família não pôde se reunir no velório e sepultamento. “É um momento muito doloroso a gente não poder se despedir”, afirmou Alice.

*Com informações do G1