Investigações

Polícia trabalha com possibilidade de que jovem de Caruaru teria sido estrangulada

Corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 27/04/2021 às 16:51
NOTÍCIA
Reprodução/Arquivo pessoal
FOTO: Reprodução/Arquivo pessoal
Leitura:

A perita Amanda Melo, responsável pelo caso da jovem Patrícia Roberta, confirmou na tarde desta terça-feira (27) a identidade do corpo encontrado no matagal de João Pessoa e detalhou o caso. De acordo com ela, a polícia não trabalha com a possibilidade de que a jovem foi morta antes de ser levada para a mata.

"Pelo que se observa no corpo, o estado avançado de decomposição, os sinais cadavéricos que ela manifesta é de umas 48 horas [que ela teria sido morta]", disse a perita.

Ainda segundo ela, o avançado estado de decomposição prejudica a visualização de lesões externas, como agressão e hematomas, mas não foram encontradas lesões feitas por projétil ou arma branca.

Livros de ocultismo e lista com nomes de mulheres são encontrados na casa de suspeito de matar jovem de Caruaru

Corpo de jovem de Caruaru que estava desaparecida é encontrado em João Pessoa

A polícia trabalha com a hipótese de que Patrícia teria sido morta por asfixia mecânica, através de sufocação direta ou estrangulamento.

Circuito mostra suspeito em caso de desaparecimento de jovem de Caruaru carregando corpo em moto; veja vídeo

Veja o vídeo:

Entenda o caso

De acordo com os familiares, Patrícia Roberta teria ido visitar um suposto amigo em João Pessoa, na Paraíba, na última sexta-feira (23). Patrícia voltaria para Caruaru na segunda-feira (26) e mantinha contato com os familiares durante a estadia na capital paraibana. No entanto, desde o último domingo (25) a jovem está desaparecida e não há paradeiro do amigo que ela teria ido visitar.

Em entrevista ao NE10 Interior, a prima de Patrícia, Karen Melo, disse que na última semana a jovem havia falado com ela pedindo ajuda para comprar uma passagem de ônibus e informou à família que iria viajar para João Pessoa para encontrar um amigo, que teria estudado com ela no colégio em Caruaru, quando era mais nova.

A jovem pernambucana saiu em direção a João Pessoa por volta das 17h da última sexta-feira (23). Ao chegar na cidade, a jovem avisou à família que havia chegado e mandou fotos. No sábado (24), ela enviou uma foto em que aparecia o prédio onde supostamente ela estava hospedada. No domingo (25), Patrícia parou de responder às mensagens dos familiares.

Mais Lidas