pandemia

Brasil apresenta queda de 82% na fila de espera por UTIs para Covid-19

O país também registrou a maior queda na média móvel de mortes pela doença desde o começo da pandemia.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 06/07/2021 às 10:50
NOTÍCIA
Divulgação/ SES-PE
FOTO: Divulgação/ SES-PE
Leitura:

Na última segunda-feira (5), o Brasil registrou a maior queda na média móvel de mortes pela Covid-19 desde o começo da pandemia. Ainda assim, o país registra cerca de 50 mil diagnósticos diários da doença, se destacando com o pior índice do mundo atualmente no enfrentamento à pandemia.

Um levantamento da Globo News, feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, mostra que no dia 31 de maio eram 2.290 pessoas na fila de espera por um leito de UTI para tratar o coronavírus. Mais de dois meses depois, no dia 5 de julho, a fila de espera estava em 413 pessoas na fila de espera, apresentando uma queda de 82%. 

Também na segunda-feira, foi registrado o primeiro caso da variante Delta em São Paulo. O estado tem a segunda maior fila de espera por leitos de UTI, ficando atrás do Distrito Federal, e teve redução de 66% das solicitações. No fim de maio, eram 247 à espera e atualmente são 84 pessoas.

Ranking dos estados com maior lista de espera

1º - Distrito Federal: 98
2º - São Paulo: 84
3º - Minas Gerais: 76
4º - Paraná: 40
5º - Mato Grosso do Sul: 26

Mais Lidas