Racismo

Delegada negra é barrada em loja de shopping de Fortaleza e denuncia racismo

O segurança da loja disse ter barrado a mulher por "questões de segurança".

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 21/09/2021 às 9:56
NOTÍCIA
PCCE/Divulgação
Delegada Ana Paula Barroso - FOTO: PCCE/Divulgação
Leitura:

A delegada Ana Paula Barroso alega ter sido barrada de entrar em uma loja de um shopping na cidade de Fortaleza e denuncia racismo por parte do segurança do estabelecimento. A mulher é diretora-adjunta do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis, da Polícia Civil do Ceará.

..

No domingo (19), a Polícia Civil teve autorização da Justiça para apreender os equipamentos de registro de vídeo do estabelecimento para investigar o caso. O inquérito, que investiga o suposto crime, foi instaurado na Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza.

Entenda o caso


A delegada Ana Paula Barroso foi impedida de entrar na loja do shopping na última terça-feira (14) por um funcionário, que alegou ter tomado a atitude por “questões de segurança”. A Polícia Civil informou que, mesmo questionando e pedindo mais explicações acerca da conduta do funcionário, Ana não recebeu permissão para entrar no local.

Foram pedidas imagens das câmeras de segurança da loja, mas o estabelecimento se recusou a fornecer o material, conforme a Secretaria da Segurança do Ceará. Foi então que houve a representação pelo mandado de busca e apreensão junto ao Poder Judiciário.

Comentários

Mais Lidas