pandemia

Governo de Pernambuco prorroga estado de calamidade pública até dezembro por causa da Covid-19

Com o decreto, o Estado permanece sob a orientação de adotar medidas restritivas, se necessário, para combater a pandemia.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 01/10/2021 às 8:46
NOTÍCIA Notícia
HEUDES RÉGIS / DIVULGAÇÃO
Governador Paulo Câmara (PSB) - FOTO: HEUDES RÉGIS / DIVULGAÇÃO
Leitura:

Por meio de decreto, publicado na última quinta-feira (30), o Governo de Pernambuco prorrogou o estado de calamidade pública em todos os municípios do Estado e em Fernando de Noronha em virtude da pandemia de Covid-19. O documento, assinado pelo governador Paulo Câmara (PSB), é válido até 31 de dezembro de 2021.

..

Esse decreto substitui o anterior, que era válido até o dia 11 de dezembro. O governo estadual apontou como justificativa o ritmo lento da imunização da população brasileira contra a covid-19". Além disso, o documento destaca "a necessidade de manutenção das medidas sanitárias e administrativas voltadas ao enfrentamento da pandemia decorrente do novo coronavírus".

A partir da prorrogação do estado de calamidade, o Estado ainda permanece sob a orientação de adotar medidas restritivas, se necessário, para combater a pandemia em conjunto com os 184 municípios pernambucanos. Com o decreto, as cidades de Pernambuco podem adotar medidas de forma mais ágil e menos burocráticas para adotar ações de prevenção e tratamento contra a Covid-19.

Pernambuco decretou, pela primeira vez, estado de calamidade pública em virtude da pandemia do coronavírus em 20 de março de 2020. Por causa do avanço da doença, o documento que era válido até o dia 16 de setembro daquele ano foi prorrogado ao menos quatro vezes.

 

Covid-19 em Pernambuco

Pernambuco confirmou, nessa quarta-feira (29), mais 623 casos de pessoas infectadas pela covid-19. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), 18 (3%) são casos de pacientes que desenvolveram Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 605 (97%) são leves. Agora, o Estado totaliza 620.174 testagens positivas, desde o início da pandemia. Do total de casos, 53.972 pacientes desenvolveram a forma mais grave da doença e 566.202 a forma mais leve.

Além disso, também foram confirmados 12 óbitos em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus. As mortes ocorreram entre os dias 28 de março deste ano e esse sábado (25). Com isso, o Estado totaliza 19.724 vidas perdidas para a pandemia. Os detalhes epidemiológicos dos pacientes serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

 

Comentários

Mais Lidas