saúde

Mulher é declarada curada do HIV após tratamento com células-tronco

Paciente americana de 64 anos se tornou a primeira mulher curada do vírus

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 16/02/2022 às 10:08
Notícia
Foto: Getty Images via BBC
Eletromicrografia mostra HIV infectando célula humana; variante VB levou a maior carga viral em pacientes ainda sem tratamento - FOTO: Foto: Getty Images via BBC
Leitura:

Pesquisadores relataram, nessa terça-feira (15), que uma paciente norte-americana com leucemia se tornou a primeira mulher e a terceira pessoa do mundo, até agora, curada do HIV.

A paciente de 64 anos recebeu um transplante de células-tronco de um doador que era naturalmente resistente ao vírus que causa a AIDS.  O caso também é o primeiro envolvendo sangue de cordão umbilical, uma abordagem nova que pode tornar o tratamento disponível para mais pessoas.

..

Desde que recebeu o sangue do cordão umbilical para tratar sua leucemia mieloide aguda (LMA), a mulher está em remissão e livre do vírus há 14 meses, e não vem recorrendo a tratamentos potentes para o HIV, como as chamadas terapias anti-retrovirais (TARV) .

 

Os dois casos anteriores a esse ocorreram em homens - um branco e um latino - que receberam células-tronco adultas, mais frequentemente utilizadas em transplantes de medula óssea.

Comentários


Mais Lidas