Internacional

Homem 'viciado' em zonas de conflito diz estar pronto para 'perder um membro na Ucrânia'

O homem é conhecido como o "turista perigo"

Bia Freire
Bia Freire
Publicado em 28/02/2022 às 17:14
Notícia
Reprodução
O britânico já viajou por vários países em guerra - FOTO: Reprodução
Leitura:

O britânico Miles Routledge adora viajar por regiões onde possa arriscar sua vida em guerra. Quando soube do confronto entre Rússia e Ucrânia o homem viajou para o país ucraniano.

LEIA MAIS: GUERRA: o que se sabe até agora sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia

Apesar de as fronteiras do país ucraniano estarem fechadas, o homem conseguiu entrar na Ucrânia pelo último trem que partia da Polônia. Segundo Miles, seus documentos não foram verificados e, por isso, ele teria entrado no país.

"Se eu quiser ser cínico, sou bastante religioso, sou católico se morrer, espero que vá para o céu e se estou errado e só há o nada, isso não é mais meu problema", disse Miles ao "Daily Star".

O homem afirmou para o site que se sentiu preocupado antes de partir para a guerra.

"Fiquei preocupado que eles não me deixassem entrar, havia um boato de que qualquer homem pode ser recrutado à força, então achei que seria jogado no Exército. Se tudo desse errado, esse seria o pior cenário."

Além disso, Miler disse que estava preparado até mesmo para perder um membro em algum bombardeio.

Relatos de um visitante

O britânico, que tem realizado passeios turísticos pelo local, falou um pouco sobre o que viu.

VEJA MAIS: Grupo Anonymous ameaça a Rússia de guerra cibernética; entenda o que significa

"Vi um cachorro com basicamente metade da cabeça faltando. Estava no norte. Não tenho certeza do que aconteceu lá, se algo estourou ou se foram soldados russos. As ruas estão completamente vazias, há um toque de recolher às 17h. As pessoas não sabem muito bem o que fazer."

ACOMPANHE UM BRASILEIRO NA UCRÂNIA:

Comentários


Mais Lidas