planaltina

Caso mendigo de Planaltina: Personal revela motivo de estar sem aliança durante entrevista

O personal flagrou sua esposa fazendo sexo com mendigo dentro do carro dela

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 21/03/2022 às 22:02
Notícia
Reprodução: Metrópoles
Personal de 31 anos durante entrevista. - FOTO: Reprodução: Metrópoles
Leitura:

O personal que espancou um mendigo após flagrar o sem-teto fazendo sexo com sua esposa dentro de um carro chamou atenção ao conceder entrevista a Leo Dias, colunista de Metrópoles. Isso porque o homem apareceu na ocasião sem aliança.

O flagrante, registrado por câmera de segurança, aconteceu em Planaltina, Distrito Federal e foi um dos assuntos mais comentados no Brasil na semana passada. 

Clique aqui e veja a justificativa da mulher pega no flagra com morador de rua.

A falta da aliança no dedo do personal deixou o público intrigado porque, na entrevista, ele afirmou que, mesmo após o flagra, ele continuará o casamento com a esposa.

Em contato com Metrópoles, o personal justificou que não estar usando o objeto não tem nada a ver com o fim do casamento. Segundo ele, estava sem aliança pois as mãos dele estariam machucadas. É possível ver que durante a entrevista ele usava uma proteção em uma das mãos.

..

Imagens do caso mendigo de Planaltina

 

O flagrante

Após a sua mulher ter saído com a filha e a sogra e não ter dado mais notícias, o marido dela, que é personal trainer, decidiu procurá-la. Foi quando ele a encontrou com o morador de rua dentro de um carro tendo relações sexuais.

Por pensar que o homem estava abusando sexualmente da esposa, o marido, que é personal, agrediu o sem-teto que precisou ser levado para um hospital.

ACOMPANHE MAIS DO CASO MENDIGO DA PLANALTINA:  Saiba quem é a mulher flagrada pelo marido fazendo sexo com morador de rua

A mulher e o marido foram encaminhados para a delegacia. A advogada do casal disse ao UOL que o personal teria agido em legítima defesa.

"O casal está muito abalado com tudo o que aconteceu. Não só os dois, mas o restante da família", afirmou.

Com informações de Metrópoles

Comentários


Mais Lidas