combustível

GREVE DOS CAMINHONEIROS? Veja o que se sabe após anúncio de aumento da gasolina e do diesel

Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores se pronunciou por meio de nota; confira

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 20/06/2022 às 9:36 | Atualizado em 20/06/2022 às 11:44
Notícia
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Paralisação dos caminhoneiros em 2018 foi a maior dos últimos tempos e causou transtornos em todo o País - FOTO: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Leitura:

O Conselho de Administração da Petrobras anunciou, na sexta-feira (17), um aumento percentual da gasolina em 5,18%, e de 14,26% para o diesel. Com isso, o presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim afirmou que é possível uma greve dos caminhoneiros no Brasil.

Por meio de uma nota, Wallace, mais conhecido como “Chorão”, sinalizou que "a greve é o mais provável”.

..

“A verdade é que, de uma forma ou de outra, mantendo-se essa política cruel de preços da Petrobras, o país vai parar novamente. Se não for greve, será pelo fato de se pagar para trabalhar. A greve é o mais provável”, diz a nota da Abrava.

A categoria dos caminhoneiros critica a sobrecarga com as tarifas do diesel somadas às despesas com as manutenções feitas nos veículos, e relata dificuldades em arcar com os custos, “colocando em risco sua própria vida e a de terceiros".

Os caminhoneiros ainda responsabilizam o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), por não ter “reestruturado” a Petrobras.

AUMENTO NO VALOR DO FRETE

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) informou que o novo aumento do diesel anunciado pela Petrobras vai acarretar um reajuste adicional de no mínimo 5% no valor do frete, fator esse que deve ser aplicado emergencialmente.

"Desde que a Petrobras passou a realizar ajustes nos preços dos seus produtos a qualquer momento, inclusive diariamente, vem desafiando muito a rotina e manutenção das empresas transportadoras, quanto ao repasse desse custo para os embarcadores (clientes)", afirmou a NTC&Logística em nota.

 

*Com informações do JC

Comentários

Mais Lidas