emergência

CHUVAS FORTES: pernambucanos poderão sacar até R$ 6.220 do FGTS; entenda

A estimativa é que o recurso seja liberado para os pernambucanos dentro de cinco dias

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 31/05/2022 às 7:48 | Atualizado em 31/05/2022 às 7:50
Notícia
Heudes Régis/Governo de Pernambuco
Região Metropolitana do Recife foi tomada por tragédias - FOTO: Heudes Régis/Governo de Pernambuco
Leitura:

Após as fortes chuvas que afetaram o Estado de Pernambuco, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciaram a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30), durante visita ao Estado.

..

Segundo a Caixa, pessoas que moram em municípios afetados e que possuam saldo nas contas do FGTS poderão realizar saques de até R$ 6.220.

A estimativa do presidente da Caixa é liberar estes recursos para os pernambucanos dentro de cinco dias.

COMO VAI FUNCIONAR?

Para que o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade seja liberado, é necessário que o município em que o cidadão resida tenha declarado situação de emergência ou estado de calamidade pública.

O município deve ainda realizar a habilitação junto à Caixa, apresentando a declaração das áreas afetadas elaborada pelo ente público/Defesa Civil.

De acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa, todos os pagamentos serão feitos através do aplicativo Caixa Tem.

O saque emergencial do FGTS por calamidade poderá ser solicitado através do aplicativo do Fundo. Para isso, é necessário apresentar:

  • foto de documento de identidade;
  • comprovante de residência em nome do trabalhador, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade.

 

* Com informações dos repórteres Lucas Moraes e Cássio Oliveira, do JC Online

 

Comentários

Mais Lidas