menu

Ainda não há definições sobre o São João de Caruaru, diz prefeitura

No ano passado, mais de 3 milhões de pessoas passaram pela festa durante todo o mês de junho

São João de Caruaru é considerado uma das maiores festas juninas do Brasil
São João de Caruaru é considerado uma das maiores festas juninas do Brasil (Jorge Farias/Divulgação/Prefeitura de Caruaru)

Após o adiamento das festas juninas em cidades como Campina Grande (PB) e Petrolina, no Sertão pernambucano, por causa da pandemia de coronavírus, a Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, informou que ainda não há definições sobre o São João 2020, considerado o "Maior e Melhor São João do Mundo".

"Diariamente a conjuntura da pandemia é analisada na cidade, a fim de orientar as medidas que serão adotadas pela gestão municipal", diz a nota enviada pela prefeitura de Caruaru, que tem uma das maiores festas juninas do Brasil.

No ano passado, mais de 3 milhões de pessoas passaram pelo São João de Caruaru durante todo o mês de junho, de acordo com balanço da gestão municipal. Foram realizadas 815 apresentações artísticas em 24 polos de animação. Uma pesquisa encomendada pela prefeitura revelou que os turistas deram nota 9,1 para a festa em 2019.

Antes da pandemia da Covid-19, a prefeitura anunciou algumas atrações do evento, como Wesley Safadão, Gusttavo Lima, Marília Mendonça, Léo Santana, Alok, Xand Avião, Elba Ramalho, Zé Neto e Cristiano.

Caso confirmado em Caruaru

Caruaru teve um caso confirmado de coronavírus nessa segunda-feira (23). Trata-se de uma mulher de 34 anos que esteve na Europa e foi atendida em uma unidade de saúde do Recife. Ela está em quarentena em casa, na Capital do Agreste, e teve contato com algumas pessoas da família, que estão sendo monitoradas.

Números em Pernambuco

Em todo o Estado, o número de casos confirmados subiu para 42, segundo os números divulgados na segunda (23). Foram cinco a mais com relação ao dia anterior. Os casos confirmados estão no Recife (30), Jaboatão dos Guararapes (3), Olinda (2), Caruaru (1), Belo Jardim (1) e Petrolina (1). Os outros casos são: um de outro estado e três de outro país (dois do navio que está atracado no Porto do Recife).

Sintomas e prevenção

O Covid-19 é similar a uma gripe e é transmitido pela saliva, espirro, tosse ou aperto de mãos. Os sintomas do coronavírus são febre, tosse e falta de ar. Caso apresente os sintomas, a orientação é ligar 136 ou procurar uma unidade de saúde na sua cidade.

A melhor forma de prevenir o novo coronavírus e outras doenças respiratórias é tomando algumas atitudes como: lavar bem as mãos frequentemente com água e sabão; utilizar álcool em gel 70% para higienizar as mãos caso não possa lavá-las; cobrir o nariz e a boca com um lenço descartável ao espirrar e tossir; usar o ombro ou braço para cobrir o espirro e a tosse; evitar tocar os olhos, nariz e boca quando as mãos não estiverem limpas; não compartilhar alimentos e objetos de uso pessoal como talheres, pratos, copos e garrafas; higienizar aparelhos celulares, tablets e controles remotos; manter ambientes bem ventilados, com portas e janelas abertas.

Caso já esteja doente, evite locais fechados com muitas pessoas e o contato com idosos, gestantes e doentes crônicos.

Confira a forma correta de lavar as mãos, indicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa):

1. Abra a torneira e molhe as mãos, evitando encostar na pia;
2. Aplique na palma da mão a quantidade suficiente de sabonete líquido para cobrir todas as superfícies das mãos;
3. Ensaboe as palmas das mãos, friccionando-as entre si;
4. Esfregue a palma da mão direita contra o dorso da mão esquerda (e vice-versa), entrelaçando os dedos;
5. Entrelace os dedos e friccione os espaços interdigitais;
6. Esfregue o dorso dos dedos de uma mão com a palma da mão oposta (e vice-versa), segurando os dedos, com o movimento de vai-e-vem;
7. Esfregue o polegar direito, com o auxílio da palma da mão esquerda (e vice-versa), utilizando movimento circular;
8. Friccione as polpas digitais e unhas da mão esquerda contra a palma da mão direita, fechada em concha (e vice-versa), fazendo movimento circular;
9. Esfregue o punho esquerdo, com o auxílio da palma da mão direita (e vice-versa), utilizando movimento circular;
10. Enxágue as mãos, retirando os resíduos de sabonete. Evite contato direto das mãos ensaboadas com a torneira;
11. Seque as mãos com papel toalha descartável, iniciando pelas mãos e seguindo pelos punhos.
*Para a técnica de higienização anti-séptica das mãos, seguir os mesmos passos e substituir o sabonete líquido comum por um associado a anti-séptico