Saúde

Teste em adolescente que morreu em Petrolina dá negativo para coronavírus

Jovem apresentava quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag)

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 27/03/2020 às 15:09
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Petrolina
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Petrolina
Leitura:

A Prefeitura de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, informou na tarde desta sexta-feira (27) que deu negativo o exame de coronavírus realizado em uma adolescente de 15 anos que morreu na noite de quinta (26). A paciente apresentava quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e estava internada no Hospital Universitário desde a quarta (25), em um dos leitos da unidade destinados a casos suspeitos da Covid-19.

A análise do material biológico foi realizada pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) e o resultado saiu na manhã desta sexta. A adolescente deu entrada na unidade de saúde com quadro de baixa pressão e oxigenação. Segundo a unidade hospitalar, ela apresentava, desde a infância, graves condições de saúde, com baixa imunidade.

De acordo com a secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque, não há motivos para pânico. "A rede de saúde de Petrolina está com suas equipes capacitadas para o novo coronavírus. Mas é preciso que a população se mantenha em casa como forma de prevenção às doenças respiratórias, conforme vem sendo recomendado", declarou.

Cenário em Petrolina

Petrolina tem dois casos confirmados do novo coronavírus, número igual à cidade vizinha, Juazeiro. Em coletiva de imprensa online nessa quinta-feira (26), o prefeito Miguel Coelho anunciou que os decretos que impõem medidas restritivas ao funcionamento de algumas atividades e suspensão de eventos que gerem aglomerações serão prorrogados.

Uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) foi criada no Hospital Universitátio para atendimento de casos relacionados ao coronavírus, através de um convênio da prefeitura com a unidade de saúde. Foram contratados 35 profissionais de saúde, entre médicos e enfermeiros.

Além disto, a prefeitura da cidade sertaneja adquiriu kits de testes para a Covid-19, que ainda não chegaram. O objetivo é testar mais casos suspeitos para a doença. Com o diagnóstico mais rápido, será possível tomar atitudes de forma assertiva.

O gestor informou ainda que enviou à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) um decreto para instaurar situação de calamidade pública no município sertanejo. De acordo com ele, a crise fará com que a prefeitura não consiga atingir a meta de arrecadação de impostos.

Casos de coronavírus em Pernambuco

Até a tarde de quinta-feira (26), Pernambuco havia registrado 48 casos confirmados de coronavírus, com três mortes. O Estado tem seis casos de cura clínica. Entre as confirmações, 29 pacientes estão em isolamento domiciliar e dez estão hospitalizados, tirando as seis já recuperadas.

Mais Lidas