Covid-19

Entidades empresariais e Governo de Pernambuco discutem impactos econômicos do coronavírus

Empresários pedem isenção ou redução de impostos

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 30/03/2020 às 10:56
NOTÍCIA
Heudes Regis/SEI/Divulgação
FOTO: Heudes Regis/SEI/Divulgação
Leitura:

Nove representantes da iniciativa privada participaram de uma videoconferência nesse domingo (29) com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), para discutir o cenário econômico provocado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Estiveram presentes entidades empresariais dos setores de comércio, indústria, agricultura, hotelaria, bares e restaurantes. Desde a semana passada, as lojas e serviços não essenciais foram suspensos no Estado.

A principal reivindicação por parte dos empresários é a questão tributária: eles querem isenção ou redução dos impostos. Em resposta, o governador informou que o assunto será discutido no âmbito nacional na próxima sexta-feira (3/04), durante um encontro do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais da Fazenda (Consefaz).

Veja quais estabelecimentos podem abrir em Pernambuco

"Estamos concentrados no que é mais emergencial. Nosso compromisso número um é salvar vidas. Mas assim como todo o setor produtivo, estamos preocupados com os impactos dessa crise na economia. O que o Governo Federal apresentou até agora foi tímido e insuficiente. Precisamos focar na preservação dos empregos", afirmou o governador Paulo Câmara.

Participantes da reunião

Durante a reunião, o secretário de Planejamento, Alexandre Rebêlo, apresentou aos empresários um resumo da situação da pandemia e as medidas que estão sendo tomadas para o enfrentamento da doença. Também participaram do encontro os secretários Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico), André Longo (Saúde), Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação), Antonio de Pádua (Defesa Social), Rodrigo Novaes (Turismo) e Décio Padilha (Fazenda).

Já do lado da iniciativa privada, participaram representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco (Fecomércio/PE), Associação de Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi), Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco (Sinduscon), Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Porto de Galinhas e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Na última sexta-feira (27), uma reunião foi realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sdec) com representantes das principais entidades da indústria e comércio no Estado. A Sdec encabeça o "Comitê de Articulação Estratégica", formado para articular ações conjuntas relacionadas à economia.

Mais Lidas