Pandemia

Detentos de Petrolina produzem mais de 28 mil máscaras de prevenção do coronavírus

Material é doado para instituições privadas e órgãos públicos da região

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 28/05/2020 às 8:39
NOTÍCIA
Divulgação/Seres
FOTO: Divulgação/Seres
Leitura:

Os detentos do Presídio Doutor Edvaldo Gomes (PDEG), em Petrolina, no Sertão pernambucano, produziram 28.200 máscaras de proteção para prevenção do novo coronavírus. Essa ação faz parte de uma parceria da unidade prisional com a ONG Movimento.

O material é doado para instituições privadas e órgãos públicos da região que atuam na área de segurança, saúde e educação. Também estão sendo produzidas quatro mil máscaras para a Secretaria Executiva de Ressocialização.

A ONG doa a matéria-prima e supervisiona os reeducandos que estão confeccionando as máscaras. “É uma ação que acontece em todo o estado e colabora no sentido de valorizar a autoestima do preso, dele se sentir útil à sociedade”, disse o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Os reeducandos terão direito à remição de pena de um dia a menos a cada três trabalhados, segundo a Lei de Execução Penal.
Samu, Unidades de Pronto Atendimento (UPAS), Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Secretarias Municipais de Educação e Saúde e hospital estão entre os beneficiados com os equipamentos de proteção.

Coronavírus em PE

Mais Lidas