Educação

Governo de Pernambuco deve se manifestar sobre aulas presenciais nesta segunda

Até agora, aulas nas escolas só foram autorizadas em Fernando de Noronha

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 14/09/2020 às 11:48
NOTÍCIA
Yacy Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Yacy Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O setor da educação está na expectativa para algum anúncio por parte do Governo de Pernambuco com relação às aulas presenciais da educação básica. O decreto que suspendeu as atividades nas escolas é válido até esta terça-feira (15).

Os donos das escolas particulares defendem a retomada gradual das instituições de ensino. O presidente do Sindicato das Ecolas Privadas de Ensino (Sinepe), José Ricardo Diniz, fala em "retorno progressivo e imediato".

A categoria realizou um protesto no dia 3 de setembro para cobrar a agilidade na reabertura. No mesmo dia, o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que não era o momento para a retomada das aulas.

Aulas presenciais na rede pública só voltam em 2021 no Rio Grande do Norte

O único lugar do Estado que teve a volta às aulas presenciais na educação básica autorizada foi Fernando de Noronha. Segundo o governo, a ilha não registra transmissão comunitária da covid-19 desde abril.

Os 402 estudantes da Escola de Referência em Ensino Fundamental e Médio (Erem) Arquipélago Fernando de Noronha voltam a partir do dia 22. No dia 29, retornam os alunos dos anos finais do ensino fundamental e no dia 6 de outubro, os das séries iniciais do fundamental.

As aulas presenciais estão suspensas desde o dia 18 de março em Pernambuco, como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus.

Ensino superior

O ensino superior foi autorizado pelo governo estadual a reabrir de maneira gradual desde 8 de setembro. Neste primeiro momento, as instituições estão autorizadas a funcionar com a presença de 25% dos estudantes.

A partir desta segunda (14), poderão retornar às aulas 50% dos estudantes enquanto, no dia 21 de setembro, 75%. Em paralelo, no dia 28, 100% dos alunos poderão voltar. Os cursos livres também passam por retorno gradual.

Mais Lidas