coronavírus

Fiocruz alerta para aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave em crianças

Coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, afirma ser necessário cautela nas medidas de flexibilização.

Gabriela Luna
Gabriela Luna
Publicado em 12/11/2021 às 10:27
Notícia
NE10
Em um ano e meio de trabalho, a equipe já desenvolveu dois equipamentos: o CoronaTrack e o CoronaTrap - FOTO: NE10
Leitura:

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou o Boletim Infogripe, nesta quinta-feira (11), com destaque para o aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças entre 0 e 9 anos de idade. Houve uma alta significativa do vírus sincicial respiratório (VRS) nessa faixa-etária, com registros semanais superiores aos observados para a Covid-19.

..

Entre as crianças, são registrados entre 1.200 e 1.500 casos semanais de SRAG, valores similares ao pico de julho de 2020. Desde o mês de julho os pesquisadores apontam um aumento gradual de casos positivos para outros vírus respiratórios, como Rinovírus, Adenovírus, Bocavírus e Parainfluenza 4.

O coordenador do estudo, Marcelo Gomes, afirma que esses agentes comumente causam internação desse público, mas o que chama atenção é o reaparecimento desses vírus. Segundo ele, a volta é uma consequência natural do aumento da exposição das crianças em função do retorno das aulas presenciais e maior circulação da população nas ruas.

“O número reduzido de estudantes por sala de aula é bom para a pedagogia e para a saúde. É claro que é utópico pensar que não vai haver transmissão de vírus respiratórios nas escolas, mas a preparação e planejamento do ambiente é fundamental para evitar os patógenos”, afirma.

Vacinação de crianças contra Covid-19

Em relação ao novo coronavírus, a possível liberação da Anvisa para a vacinação do grupo com menos de 12 anos tem sido vista de forma positiva para proteger também as crianças. Em outros países, como Estados Unidos e China, a vacinação desse público já é uma realidade.

Comentários

Mais Lidas