pandemia

Pernambuco registra o menor número solicitação de leitos UTI de covid-19 em 2021

Entre os dias 21 e 27 de novembro, foram solicitados 227 leitos, 12% a menos em relação aos últimos 15 dias

Lyllyan Belo
Lyllyan Belo
Publicado em 02/12/2021 às 19:31
Notícia
Hélia Scheppa/SEI
Secretário estadual de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, e secretário estadual de Saúde, André Longo - FOTO: Hélia Scheppa/SEI
Leitura:

Pernambuco registrou entre os dias 21 e 27 de novembro o menor número de solicitações de leitos de UTI de covid-19 deste ano. A informação foi passada pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, em coletiva nesta quinta-feira (2).

..

No período citado, foram solicitados 227 leitos, 12% a menos em relação aos últimos 15 dias.

Mesmo com a redução, André Longo destacou que ainda é preciso manter os cuidados, também pela variante ômicron. “Com a Ômicron, os cuidados, como o uso correto das máscaras e a lavagem frequente das mãos tornam-se ainda mais fundamentais. São atitudes que precisam estar incorporadas ao nosso cotidiano”, disse ele na coletiva.

O secretário ainda reforçou a importância da vacinação. “O processo de imunização da população precisa continuar avançando. É crucial ampliarmos ao máximo o número de pessoas vacinadas com as duas doses e também aqueles vacinados com a dose de reforço”, concluiu.

Novos dados epidemiológicos

Na semana epidemiológica 47, foram registrados 406 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), 20 a mais do que na semana anterior.

Sobre a vacinação, os dados apontam que 581.083 pessoas estão com a segunda dose da vacina em atraso.

Novo decreto

O secretário estadual de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, falou sobre o novo decreto do estado, que exige a apresentação do comprovante de vacina em órgãos públicos de Pernambuco a partir da próxima segunda-feira (6).

“Pedir a comprovação de vacinação completa contra a Covid para acessar prédios públicos do Estado é mais uma forma de estimular as pessoas a completarem o esquema vacinal. Nós vamos começar pelo setor público testando o que é possível e o que não é. Quem for procurar o posto de atendimento da Compesa ou do Detran-PE, por exemplo, terá que apresentar comprovação”, explicou o secretário.

Comentários

Mais Lidas