Internacional

Homem decapita esposa de 17 anos e exibe cabeça nas ruas do Irã

Esse ato do assassinato é conhecido como ‘assassinato de honra’ no país

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 10/02/2022 às 19:12
Notícia
Reprodução/Iran International
Homem 'desfilou' com a cabeça da esposa nas mãos pelas ruas do Irã - FOTO: Reprodução/Iran International
Leitura:

Uma mulher iraniana de 17 anos morreu após o esposo decapitar a jovem e exibir a cabeça pelas ruas do bairro onde moravam no sábado (5). A jovem tentou fugir do casamento e do país, mas foi morta com o apoio do próprio pai e do irmão dela.

O ato cometido é conhecido no Irã, onde vigora a lei islâmica conhecida como Sharia, como “assassinato de honra”.

..

Mona Heydari foi morta pelo homem com quem estava casada desde os 12 anos. Ele também era seu primo. A união foi forçada pela família e ela sofria abuso doméstico, mas foi pressionada a ficar por conta do filho de 3 anos.

Segundo a imprensa local, ela fugiu para a Turquia mas foi encontrada pelo pai, que a levou de volta para o marido. Em conjunto, o pai de Mona, o irmão e o esposo decidiram que ele poderia cometer o “assassinato de honra”, que é permitido pela lei de Sharia.

Aqueles que têm laços sanguíneos com a acusada podem exigir a execução após o parente cometer algo que seja considerado uma atitude de ‘vergonha’ para a família.

Após o assassinato, o homem “desfilou” com a cabeça da esposa pelas ruas do bairro e o momento foi filmado e compartilhado por uma agencia de noticias. Os nomes dos homens não foram divulgados.

Após o caso repercutir, o marido e o irmão de Mona foram presos. O caso provocou protestos para uma revisão na legislação iraniana.

Comentários


Mais Lidas