internacional

Homem da Turquia é diagnosticado com Covid-19 há 14 meses e já fez 78 testes

Além de lutar contra o vírus, Muzaffer Kayasan também enfrenta problemas de saúde provocados pela leucemia

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 15/02/2022 às 12:04
Notícia
MAURÍCIO VIEIRA/SECOM-SC
O desperdício inclui, por exemplo, mais de 18 mil kits de testes de covid, considerados fundamentais para monitorar e controlar a transmissão do vírus - FOTO: MAURÍCIO VIEIRA/SECOM-SC
Leitura:

O caso de Muzaffer Kayasan é bastante incomum e tem intrigado autoridades de saúde da Turquia. O homem, de 56 anos, foi diagnosticado com Covid-19 pela primeira vez em 19 de dezembro de 2020 e desde então já realizou 78 testes, todos com resultado positivo para a doença.

..

Kayasan permanece em isolamento social nos últimos 14 meses, enquanto espera se recuperar da doença. Além de lutar contra a Covid-19, o homem também sofre com leucemia e passou nove meses em tratamento no hospital.

Após receber alta, ele voltou para casa, onde segue em tratamento mas mantém contato restrito com os familiares.

Enfrentando a doença

Isolado das demais pessoas, Kayasan prepara as próprias refeições, descansa, cuida da saúde e consulta os resultados de mais exames. Eventualmente, recebe visitas do filho Gokhan e da neta Azra, com os devidos cuidados. A esposa de Kayasan chegou a ficar em isolamento junto com ele. Ela fez teste duas vezes, mas não foi diagnosticada com a doença.

O paciente tenta ajuda com as autoridades turcas para encontrar uma solução para o problema de saúde. “Não tenho problemas em estar aqui, exceto pelo fato de não poder ter contato com as pessoas que amo. É muito difícil. Nem mesmo posso tomar a vacina por causa da minha condição”, disse ele, de acordo com a agência de notícias Ihlas.

Mesmo com a saúde frágil, o paciente credita sua resistência a remédios que toma para fortalecer a imunidade como parte do tratamento contra a leucemia. “Eu me recuperei, mas ainda carrego restos da Covid-19 em meu corpo. É a única explicação que eu recebo para os testes positivos”, alega.

*Com informações do UOL e Band

Comentários


Mais Lidas