levantamento

Chuvas em Petrópolis: Cidade gastou mais com Natal e publicidade do que com contenção de encostas

De acordo com os dados do Portal da Transparência, a cidade teve baixo investimento para evitar desastres

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 18/02/2022 às 8:55
Notícia
TÂNIA RÊGO/AGÊNCIA BRASIL
A chuva deixou 116 pessoas desaparecidas - FOTO: TÂNIA RÊGO/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

Um levantamento realizado pelo UOL mostra que a prefeitura de Petrópolis, no Rio de Janeiro, gatou mais com luzes de Natal e publicidade do que com contenção de encostas. O município tem sofrido nos últimos dias em virtude dos estragos provocados pela chuva.

Moradores de Petrópolis reviram lixo acumulado nas ruas em busca de comida: "Nós estamos abandonados"

..

De acordo com o levantamento, realizado a partir do Portal da Transparência do município, Em 2021 foram empenhados R$ 2,107 milhões em obras de prevenção de queda de barreiras. O UOL explicou que o valor empenhado significa que foi reservado para pagamento, mas não necessariamente investido.

Por outro lado, a soma dos recursos para propaganda chegou a R$ 4,426 milhões e os custos da iluminação de fim de ano foram avaliados em R$ 1,105 milhão, um total de R$ 5,531 milhões, mais que o dobro dos gastos com a contenção de encostas. O portal informa o valor reservado, mas não o que foi efetivamente gasto.

Somente na região do 1º Distrito foram identificadas à época 15.240 moradias em risco. Especificamente na região do Morro da Oficina, eram 729 casas em perigo, sendo 249 no nível mais alto de risco.

Chuvas em Petrópolis

O número de mortos em Petrópolis chegou a 120, de acordo com as informações divulgadas pelo Corpo de Bombeiros. Dos 117 corpos que estavam no Instituto Médico-Legal (IML), 77 são de mulheres e 40 de homens, sendo 20 menores de idade e, ao todo, 57 corpos foram identificados. 

As buscas por desaparecidos foram suspensas temporariamente por causa do mau tempo e previsão de mais chuvas na região. 

Comentários


Mais Lidas